• “C…, deu branco”, dispara Eduardo Bolsonaro em entrevista em inglês
    Notícias
    Yahoo Notícias

    “C…, deu branco”, dispara Eduardo Bolsonaro em entrevista em inglês

    A entrevista foi concedida originalmente pelo American Thought Leaders, do conservador Epoch Times, no dia 19 de março, na ocasião da visita do presidente Jair Bolsonaro à Casa Branca

  • #Verificamos: É falso que padre Marcelo foi atacado por dizer que ‘gordas não vão para o céu’
    Notícias
    Yahoo Notícias

    #Verificamos: É falso que padre Marcelo foi atacado por dizer que ‘gordas não vão para o céu’

    Agência Lupa checou a informação de que Padre Marcelo teria sido empurrado após dizer, durante a missa, que 'mulheres gordas não vão para o céu'

  • 4 motivos para você evitar comer macarrão instantâneo
    Notícias
    HuffPost Brasil

    4 motivos para você evitar comer macarrão instantâneo

    Macarrao instantaneo e uma refeiçao pratica, saborosa e rapida

  • Pai é acusado de afogar filhos autistas nos EUA para receber o seguro de vida
    Notícias
    AFP

    Pai é acusado de afogar filhos autistas nos EUA para receber o seguro de vida

    Um egípcio que vive na Califórnia foi acusado nesta quarta-feira pelo assassinato de seus dois filhos autistas em 2015, que morreram afogados após ele dirigir o carro onde as crianças estavam por um pier até cair no mar.

  • Schwarzenegger e Sarah Connor voltam em 'Exterminador do Futuro'
    Notícias
    AFP

    Schwarzenegger e Sarah Connor voltam em 'Exterminador do Futuro'

    Quase 30 anos após evitar o juízo final com seu filho John, a aguerrida Sarah Connor não tem descanso e retorna com "O Exterminador do Futuro: Dark Fate", cujas cenas foram compartilhadas nesta quinta-feira, na Comic-Con de San Diego, durante um painel com a participação dos atores Linda Hamilton e Arnold Schwarzenegger, e do diretor Tim Miller.

  • Eduardo rebate críticas de Gentili e inicia discussão nas redes
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Eduardo rebate críticas de Gentili e inicia discussão nas redes

    Gentili chamou a postagem de Eduardo de ‘safada’ e afirmou que o deputado pratica a ‘velha política corporativista’

  • Brumadinho: Última vítima ainda internada recebe alta médica
    Notícias
    Yahoo Notícias

    Brumadinho: Última vítima ainda internada recebe alta médica

    A jovem de 16 anos estava internada desde o dia 25 de janeiro, data do rompimento, e foi liberada nesta quarta-feira (17)

  • O Poder Judiciário está refém das Forças Armadas 
    Notícias
    Yahoo Notícias

    O Poder Judiciário está refém das Forças Armadas 

    Decisões do presidente, controles de pauta e respostas midiáticas demonstram o quanto o STF está sujeito às vontades das Forças Armadas.

  • Trio é condenado à morte por homicídio de turistas escandinavas no Marrocos
    Notícias
    AFP

    Trio é condenado à morte por homicídio de turistas escandinavas no Marrocos

    Um tribunal antiterrorista marroquino condenou três homens à morte, nesta quinta-feira (18), pelo assassinato de duas turistas escandinavas, decapitadas no Marrocos em dezembro, em nome do grupo Estado Islâmico (EI).

  • Por que você deveria repensar seu churrasquinho do final de semana
    Notícias
    HuffPost Brasil

    Por que você deveria repensar seu churrasquinho do final de semana

    "Esta e soluçao mais promissora e mais realista", afirmou, acrescentando queseria mais dificil reduzir o consumo total global de carne bovina

  • Governador do PT reivindica autoria de obra que será inaugurada por Bolsonaro
    Notícias
    Folhapress

    Governador do PT reivindica autoria de obra que será inaugurada por Bolsonaro

    SALVADOR, BA (FOLHAPRESS) - O governador da Bahia, Rui Costa (PT), e o presidente Jair Bolsonaro (PSL) travam uma disputa de bastidor pela paternidade da obra do novo aeroporto de Vitória da Conquista (518 km de Salvador). A obra será inaugurada na próxima terça-feira (23), quando avião presidencial com Jair Bolsonaro irá aterrissar na cidade no voo inaugural do aeroporto. Com um investimento de R$ 106 milhões, sendo R$ 75 milhões do governo federal e R$ 31 milhões do governo do estado, o novo aeroporto tem capacidade para atender até 500 mil passageiros por ano. Foi batizado com o nome do cineasta Glauber Rocha, que nasceu em Vitória da Conquista.   Em uma peça publicitária divulgada nesta quarta-feira (17), o governo da Bahia reivindica a autoria do aeroporto e ironiza, por meio de uma canção do repentista Onildo Barbosa, a profusão de "pais da obra". "Quando o filho é bonito, qualquer pai quer assumir / o aeroporto é lindo venha e ver e aplaudir / foi o governo do Estado que deu um duro danado / e conseguiu construir", canta o repentista. Nos bastidores, contudo, deputados da oposição ao petista Rui Costa e até mesmo o prefeito de Salvador ACM Neto (DEM), provável candidato ao governo da Bahia em 2022, tentam disputar os louros do novo aeroporto. Na última quarta-feira (10), ACM Neto reuniu-se em Brasília com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, para organizar a participação de Bolsonaro na inauguração do aeroporto. Também participou da reunião o prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão (MDB), que é aliado de ACM Neto. O próprio governador Rui Costa, por sua vez, disse que convidou o presidente para participar da inauguração pelo fato de ele "representar o ente federal".  Mas fez questão de destacar que não houve repasses para a obra na gestão do presidente Bolsonaro. "Mesmo o atual governo não tendo contribuído com um real, porque todo o pagamento foi feito até novembro [de 2018], entendo que o atual governo representa o ente federal. Se tem recurso federal, eu fiz questão de ligar para o ministro e estendi o convite para o presidente da República", disse Costa nesta quarta-feira (17). O líder do DEM na Câmara dos Deputados, Elmar Nascimento, ironizou o convite do governador ao presidente. "É a mesma coisa de convidar o aniversariante para o aniversário dele. A festa é do presidente porque foi uma obra financiada majoritariamente com recurso federal", afirma o deputado. Ele ainda lembra que R$ 40 milhões para a obra foram garantidos por uma emenda de bandada coordenada pelo então senador ACM Júnior (DEM), que assumiu o mandato no Senado em 2007 após a morte do pai. O deputado ainda destaca que a obra foi iniciada em 2012, mas teve os recursos contingenciados durante o governo da presidente Dilma Rousseff (PT). Depois, voltou a ganhar fôlego na gestão Temer. "Ninguém quer falar o nome dele porque virou quase um palavrão. Mas, para ser justo com a história, se essa obra tem um pai ele é Geddel Vieira Lima. Ele que a apadrinhou e fez com que ela saísse do papel", afirma Elmar. Ex-ministro de Temer, Geddel está preso preventivamente desde setembro de 2017 na penitenciária da Papuda, em Brasília. Na época, a Polícia Federal encontrou R$ 51 milhões em um apartamento  em Salvador ligado ao emedebista.

  • Notícias
    Folhapress

    OMS declara surto de ebola no Congo como emergência internacional

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A OMS (Organização Mundial da Saúde) declarou nesta quarta-feira (17) o atual surto de ebola na República Democrática do Congo uma "emergência de saúde pública de interesse internacional". A classificação só é utilizada para epidemias mais graves, que podem se espalhar para outros países. Desde que a epidemia começou, há cerca de um ano, ao menos 2.512 pessoas foram infectados. Destas, 1.676 morreram.  O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse que aceitou a recomendação de um comitê formado por 11 especialistas internacionais ao classificar como emergencial o surto da doença. Apesar disso, ele recomendou que as fronteiras do Congo não sejam fechadas. Este é o segundo maior surto de ebola da história; o mais grave acometeu a África Ocidental (Guiné, Libéria, Serra Leoa) em 2014 e 2015, quando morreram 11.310 pessoas das mais de 28 mil infectadas. O episódio também foi declarado como emergência global. No domingo (14), um caso do vírus foi registrado em Goma, cidade de 1 milhão de habitantes próxima à fronteira com a Ruanda. A OMS declarou o caso "um divisor de águas", e alertou para o risco do espalhamento do vírus para o país vizinho. As emergências internacionais anteriores foram a gripe H1N1 (2009), a propagação do vírus da pólio (2014) e o vírus da zika (2016).

  • Notícias
    Folhapress

    Assuntos de família superam os de política em grupos de WhatsApp, aponta Datafolha

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O brasileiro afirma discutir mais assuntos de família do que de política no WhatsApp, aponta pesquisa Datafolha sobre o uso de redes sociais e o comportamento dos usuários no aplicativo de mensagens. Considerando-se os 69% dos entrevistados que afirmam ter conta no WhatsApp, os assuntos citados por eles como os mais discutidos nos grupos são família (39%), trabalho (31%), política (30%), amigos (15%), futebol (14%), escola (13%) e religião (12%). A resposta era espontânea e múltipla, ou seja, um mesmo entrevistado poderia citar mais de um tema. O Datafolha ouviu 2.086 pessoas nos dias 4 e 5 de julho em 130 municípios de todo o país. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%. O levantamento aponta ainda que 7 em cada 10 brasileiros adultos, ou 72%, dizem possuir conta em pelo menos uma rede ou aplicativo social. O mais popular é o WhatsApp (69%), seguido de Facebook (59%), Instagram (41%) e Twitter (16%). Entre aqueles que dizem ter conta em alguma rede social, 19% afirmam seguir o presidente Jair Bolsonaro (PSL) em ao menos uma rede, ante 44% que não seguem o presidente. Bolsonaro afirmou na última sexta-feira (12) que é censurado pelo WhatsApp, referindo-se à limitação no encaminhamento de mensagens no aplicativo. "Uma maneira de me cercear foi diminuir o alcance do WhatsApp", disse o presidente em uma live nas redes sociais. A restrição no reenvio de mensagens, implantada em janeiro, foi uma tentativa de combater a disseminação de informações falsas e rumores, segundo o aplicativo que pertence ao Facebook. Entre os pesquisados pelo Datafolha que têm conta no WhatsApp, metade (49%) participa de até cinco grupos, e apenas 24% não participam deles --a média de participação é de sete grupos por usuário. A faixa etária que mais participa dos grupos --considerando a fatia de 1 a 5 grupos-- é a de entrevistados com 45 a 59 anos (55%), enquanto aqueles com 60 anos ou mais são os que menos participam (44%). Entre os mais jovens, de 16 a 24 anos, só 23% não estão em nenhum grupo. Esse percentual chega a 36% entre os usuários com 60 anos ou mais. Os mais velhos, com 60 anos ou mais, estão mais presentes (37%) que os jovens de 16 a 24 anos (24%) em grupos que discutem política. Esse assunto também é mais citado por homens --35% ante 25% de mulheres-- e pessoas com renda familiar mensal de mais de dez salários mínimos --54% ante 22% de quem tem renda de até dois salários mínimos. Em relação ao critério da avaliação do governo Bolsonaro (este, aliás, usuário assíduo de redes sociais), entrevistados que reprovam a gestão ou a aprovam se dizem mais ativos (36% e 32%, respectivamente) em grupos de política no WhatsApp do que aqueles que avaliam o presidente como regular (21%). Pesquisados que avaliam o governo como ótimo ou bom são os que mais discutem família (44%), enquanto os que consideram o presidente ruim ou péssimo e afirmam discutir esse tema nos grupos são 35%. Nas eleições do ano passado, bolsonaristas tiveram como uma das principais estratégias de campanha a atuação por meio de redes sociais e aplicativos de mensagens. Analisando-se o partido de preferência, 50% dos entrevistados que discutem política em grupos no WhatsApp citam o PSL de Bolsonaro, ante 40% do PSDB e 32% do PT. A maior fatia de entrevistados (37%) afirma participar de grupos com até 25 pessoas, enquanto 24% dizem estar em grupos com 26 a 50 pessoas, 14%, grupos de 51 a 100 usuários, e 17%, 101 ou mais.

  • Peru não sabe o que fazer com 'Cristo da Corrupção' dado pela Odebrecht
    Notícias
    AFP

    Peru não sabe o que fazer com 'Cristo da Corrupção' dado pela Odebrecht

    Um monumento que representa o Cristo Redentor do Rio se transformou no pomo da discórdia no Peru

  • Notícias
    Agência Brasil

    Mais de 200 celulares são apreendidos em presídio no norte fluminense

    A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) apreendeu, em uma revista geral no Presídio Carlos Tinoco da Fonseca, em Campos dos Goytacazes, norte fluminense, 219 aparelhos celulares; 25 relógios; 40 chips; R$ 27 mil em espécie; 10 tablets; 18 invólucros e 505 sacolés de maconha; 491 sacolés e 460 gramas de cocaína. Foram encontradas também duas balanças de precisão e 16 baterias sobressalentes, além de roupas, tênis e chinelos. Os 250 agentes penitenciários que participaram da Operação Asfixia descobriram ainda um plano de fuga em massa de detentos. A Seap, no entanto, não deu maiores informações sobre o plano.A Asfixia é uma da três operações realizadas pela Seap em unidades prisionais desde o início deste ano. As outras duas foram Iscariotes e Bloqueio. De janeiro a maio deste ano, a Operação Asfixia apreendeu em presídios de todo o estado, 5.339 celulares. No mesmo período do ano passado, 3.756 aparelhos foram encontrados. A Operação Bloqueio já prendeu 33 pessoas tentando entrar com drogas e celulares em cadeias do estado. Nessa ação, foram presas pessoas que tentavam arremessar drogas e celulares para dentro da unidades e mulheres forjando gravidez para não passar pelos aparelhos de scanner. Na Iscariotes, foram flagrados 10 inspetores penitenciários tentando entrar com objetos ilícitos nas cadeias. Os casos estão sendo apurados pela Corregedoria Interna e podem resultar em pena máxima de demissão. No mesmo período do ano passado, nenhum  servidor foi flagrado tentando entrar com qualquer tipo de material ilícito nas unidades. DronesOutra medida adotada pela Seap para reforçar a segurança nas unidades prisionais foi o uso de alta tecnologia. A secretaria adquiriu três drones que estão sendo usados nas operações e fiscalizações. Também estão em processo de aquisição detectores de metais, portais e aparelhos de scanner, câmeras e bloqueadores de sinal de aparelhos telefônicos.

  • Carlos Ghosn abre processo contra Nissan e Mitsubishi
    AFP

    Carlos Ghosn abre processo contra Nissan e Mitsubishi

    O ex-presidente da montadora francesa Renault, Carlos Ghosn, entrou com uma ação contra a Nissan e a Mitsubishi Motors. Ele acusa as companhias por violação abusiva de seu contrato em uma empresa com sede na Holanda.

  • 'Por que essa pressão em cima de um filho meu?', questiona Bolsonaro sobre Eduardo
    Notícias
    Folhapress

    'Por que essa pressão em cima de um filho meu?', questiona Bolsonaro sobre Eduardo

    BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro reagiu nesta quinta-feira (18) às críticas contra a indicação de seu filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), para o posto de embaixador nos Estados Unidos. Na saída do Palácio do Alvorada, onde parou para cumprimentar simpatizantes, ele questionou por que há tanta polêmica sobre o assunto, já que, segundo ele, indicações políticas são feitas também em outros países para postos diplomáticos. "Por que essa pressão em cima de um filho meu? Ele é competente ou não é competente? Dentro do quadro das indicações políticas, vários países fazem isso. E é legal fazer no Brasil também", disse. O presidente citou como exemplo a indicação do ex-deputado federal Tilden Santiago (PT-MG) para o posto de embaixador em Cuba pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "O Tilden Santiago não foi reeleito em 2002, foi ser embaixador em Cuba, ninguém falou nada", disse. Bolsonaro ressaltou que não há impedimento na indicação e disse que ela atende o interesse público, uma vez que Eduardo teria boa relação com o governo do presidente Donald Trump. "Tem algum impedimento? Não tem impedimento. Atende o interesse publico. Qual o grande papel do embaixador? Não é o bom relacionamento com o chefe de estado daquele outro país? Atende isso? Atende. É simples o negócio", disse. O porta-voz da Presidência da República, general Otávio Rêgo Barros, afirmou na terça-feira (16) que o Palácio do Itamaraty já tem pronta uma minuta do documento pelo qual o governo dos Estados Unidos será consultado sobre a indicação. Em outra frente, o Palácio do Planalto também negocia a aprovação do nome de Eduardo pelo Legislativo. Bolsonaro já tratou do assunto com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Pelas contas feitas pelo governo, hoje Eduardo teria um placar apertado na Comissão de Relações Exteriores: um apoio de 8 dos 17 integrantes do colegiado. Por isso, o Palácio do Planalto já admite a possibilidade de que o tema seja levado ao plenário, onde o governo teria vantagem.

  • Brasil está entre os que mais confiam na imprensa, aponta pesquisa Ipsos
    Notícias
    Folhapress

    Brasil está entre os que mais confiam na imprensa, aponta pesquisa Ipsos

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A pesquisa Trust in the Media, confiança na mídia, realizada em 27 países pela Ipsos, mostra o Brasil empatado com a Alemanha como o terceiro país em que mais se confia na imprensa. Índia e China lideram. Dos 1.000 brasileiros adultos que participaram do levantamento, realizado em janeiro e fevereiro, 65% responderam confiar em jornais e revistas, o mesmo percentual para emissoras de televisão e rádio. Sites de notícias vieram a seguir, com 58%. Os indianos apresentam o maior percentual de confiança na imprensa (77%), seguidos dos chineses (67%). Depois de brasileiros e alemães, vêm sul-africanos (64%), malaios e canadenses (62% em cada um dos dois países). Na média dos 27 países, 47% confiam em jornais e revistas, 65% em televisão e rádio e 58% em sites. A margem de erro para a pesquisa no Brasil é de 3,1 pontos percentuais. Não foi apresentada comparação com anos anteriores.

  • Louvre oculta nome de mecenas relacionados com crise de opioides
    Notícias
    AFP

    Louvre oculta nome de mecenas relacionados com crise de opioides

    O museu do Louvre em Paris ocultou recentemente o nome da família Sackler, ricos mecenas americanos cujo laboratório farmacêutico é acusado de ser o principal responsável da crise de opioides nos Estados Unidos.

  • Dilema no Peru: o que fazer com o ‘Cristo da Odebrecht’?
    AFP

    Dilema no Peru: o que fazer com o ‘Cristo da Odebrecht’?

    No Peru até mesmo uma estátua parecida com o Cristo Redentor virou símbolo de corrupção. O monumento financiado pela empreiteira brasileira Odebrecht gera discórdia na capital do país.

  • 'Gossip Girl' ganhará spin-off no serviço de streaming HBO Max
    Notícias
    HuffPost Brasil

    'Gossip Girl' ganhará spin-off no serviço de streaming HBO Max

    Nao houve noticia sobre o elenco nem se algum dos artistas da montagemoriginal, incluindo Blake Lively, Penn Badgely, Chace Crawford e LeightonMeester, voltarao

  • Diplomata turco é morto no Curdistão iraquiano
    Notícias
    AFP

    Diplomata turco é morto no Curdistão iraquiano

    Três pessoas, incluindo um diplomata turco, foram mortas nesta quarta-feira no ataque a um restaurante em Erbil, capital do Curdistão iraquiano, informou um agente da polícia à AFP.

  • Notícias
    Agência Brasil

    Mais de 200 celulares são apreendidos em presídio de Campos

    A Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) do Estado do Rio realizou uma revista geral no Presídio Carlos Tinoco da Fonseca, em Campos dos Goytacazes, e apreendeu 219 aparelhos celulares, 25 relógios, 40 chips; R$ 27 mil em espécie; 10 tabletes, 18 invólucros e 505 sacolés de maconha; 491 sacolés e 460 gramas de cocaína.Foram encontradas também duas balanças de precisão, 16 baterias sobressalentes, roupas, tênis e chinelos.Os 250 agentes penitenciários que participaram da Operação Asfixia encontraram, ainda, um plano para fuga em massa de detentos. OperaçõesA Secretaria de Administração Penitenciária vem trabalhando para combater irregularidades dentro das unidades prisionais, com destaque para três operações iniciadas este ano: Asfixia, Iscariotes e Bloqueio.A Operação Asfixia já apreendeu em todo o estado, de janeiro a maio deste ano, 5.339 celulares. No mesmo período do ano passado, 3.756 aparelhos foram encontrados.A Operação Bloqueio já prendeu 33 pessoas tentando entrar com drogas e celulares em cadeias do estado.

  • Monções já mataram mais de 270 pessoas no sul da Ásia
    Notícias
    AFP

    Monções já mataram mais de 270 pessoas no sul da Ásia

    As chuvas de monção mataram mais de 270 pessoas nos últimos dias no sul da Ásia, afetando milhões de habitantes - informa um novo balanço divulgado nesta quarta-feira (17) pelas autoridades dos diferentes países afetados.

  • Buenos Aires homenageia Julio Le Parc com grande retrospectiva
    Notícias
    AFP

    Buenos Aires homenageia Julio Le Parc com grande retrospectiva

    Com exposições no Centro Cultural Kirchner e no Museu Nacional de Belas Artes, Buenos Aires celebrará os 90 anos do precursor da arte cinética e arte ótica, Julio Le Parc, com a maior retrospectiva de sua obra.