Às vésperas da COP26, rainha Elizabeth é cobrada a refaunar suas terras

·1 minuto de leitura

LONDRES (Reuters) - Ativistas ambientais cobraram neste sábado que a Rainha Elizabeth do Reino Unido e outros membros da realeza se comprometam a refaunar suas vastas terras - com plantações de mais árvores ou produção orgânica -, enquanto a Escócia se prepara para receber a conferência global do clima COP26.

Chris Packham, conhecido conservacionista e comunicador, e mais centenas de crianças e uma banda de jazz marcharam pela região central de Londres até o Palácio de Buckingham para entregar uma petição assinada por 100.000 pessoas.

"Estamos, de maneira muito educada, pedindo que eles mudem suas práticas (de gestão das terras) e, se eles pudessem anunciar isso antes da COP, enviariam uma mensagem brilhante para o mundo", disse Packham à Sky News.

"Não é mais a hora de falar sobre fazer as coisas, é a hora de realmente fazê-las, então embora eles estejam falando a coisa certa… que lugar melhor para fazer a coisa do que em seu próprio e enorme, enorme quintal?"

Refaunar é uma medida de conservação que busca restaurar processos naturais e áreas de vida selvagem, e Packham afirmou que uma transição nas propriedades reais envolveria usar apenas materiais orgânicos, plantar mais árvores e reduzir a quantidade de cervos para permitir a regeneração.

(Reportagem de Toby Melvile e James Davey)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos