Áñez vai ter supervisão médica na prisão

A ex-presidente boliviana Jeanine Áñez vai permanecer presa, mas vai ter supervisão médica e vai ser visitada por uma missão da ONU. Ela é acusada de sedição, terrorismo e conspiração.