África responsabiliza países mais industrializados na COP 27

Os países mais ricos e mais poluidores devem pagar pelos danos que as emissões já causaram ao planeta. É este o apelo dos países em desenvolvimento na COP27, a ter lugar no Egito. Vários líderes disseram que as nações do hemisfério norte devem ser responsabilizadas pelas consequências climáticas já sentidas pelas nações mais pobres, principalmente na parte sul do globo.

África contribui com menos de 3% da poluição responsável pelas alterações climáticas, mas foi mais gravemente afetada pela crise que se seguiu.

Barbados, país cada vez mais atingido por condições climáticas extremas, foi um dos muitos países a chamar a atenção das nações industrializadas. A falta de ajuda dos países mais desenvolvidos na transição para uma tecnologia mais amiga do ambiente também foi mencionada.

A partir de 2020, os países mais ricos prometeram 100 mil milhões de dólares por ano às nações em desenvolvimento, para ajudar na transição para uma economia mais verde. No entanto, até agora, só foram disponibilizados 83 mil milhões de dólares - de acordo com a ONU.