Água a R$ 30? Preços assustam torcedores que chegam ao Catar; valores variam

Não é só o preço da cerveja, nos raros lugares em que é permitido o consumo, que pode assustar os torcedores que chegam a Doha para a Copa do Mundo. Os valores de outros produtos, como água mineral, variam dependendo da região da cidade, e uma garrafa de 1,5l pode custar 20 riais cataris (R$ 30 na cotação atual).

Tabela da Copa: Datas, horários e grupos do Mundial do Catar

Invasão africana: proximidade do Catar e imigrantes fazem dos países do norte da África 'puxadores da festa' em Doha

Esse é o preço que se paga, por exemplo, em restaurantes de Al Sadd, uma das regiões mais movimentadas de Doha. Nos locais onde os torcedores ficarão concentrados, como Souq Waqif e no Corniche — um calçadão à beira do Golfo —, uma garrafa de 600ml custa em média 10 riais (R$ 15), valor que cai para 1,5 rial (R$ 3), em minimercados.

Os valores têm chamado atenção de quem chega ao país-sede do do Mundial. "Duas garrafas de água Evian e um Snickers por 48 riais, mais ou menos R$ 75", se espantou o autor do perfil @canalfutebolpelomundo, no Instagram.

Nos últimos dias, o preço da cerveja vem chamando a atenção. A Copa do Catar terá a cerveja mais cara da história (50 riais cataris, cerca de R$ 73), mas a venda será restrita às Fan Fests, depois que o governo catari proibir a comercialização no perímetro dos estádios.