É difícil prever impacto de arbitragem ucraniana sobre envio de gás russo, diz Kremlin

Porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, durante entrevista coletiva em Moscou

MOSCOU (Reuters) - O Kremlin disse nesta segunda-feira que é difícil prever as consequências para o envio de gás russo para a Europa de um novo processo de arbitragem iniciado pela empresa de energia da Ucrânia Naftogaz.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, também afirmou que uma pergunta sobre o gasoduto Nord Stream deveria ser encaminhada à gigante energética estatal russa Gazprom.

(Reportagem de Filipp Lebedev)