'É erro estratégico', diz bolsonarista sobre aproximação do agro com Lula

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Aliado do presidente Jair Bolsonaro (PL), o senador Wellington Fagundes (PL-MT) diz que a aliança feita por parte dos representantes do agronegócio no estado com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é um erro estratégico.

Nas últimas semanas, o deputado federal Neri Geller (PP) e o senador Carlos Fávaro (PSD) anunciaram apoio a Lula e uma aliança eleitoral com o PT.

"A gente tem que respeitar as opções de todos, mas a meu ver essas duas lideranças cometeram um erro grande. Elas têm a cara do Bolsonaro e da centro-direita, e foram por esse caminho", afirma Fagundes.

Lula vem intensificando os contatos com representantes do agronegócio, setor em que Bolsonaro ainda tem amplo domínio. Ele tem sido ajudado nas conversas pelo ex-ministro da Agricultura Blairo Maggi (PP).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos