​É #FAKE capa do jornal The Washington Post com manchete que descreve Bolsonaro como 'melhor presidente de todos os tempos'

·2 minuto de leitura

Circula pelas redes sociais uma imagem mostrando uma capa do jornal americano The Washington Post com a seguinte manchete: "Bolsonaro é o melhor presidente brasileiro de todos os tempos e o povo o ama". A publicação é #FAKE.

Trata-se de uma montagem feita com a fotografia de uma edição falsa do jornal entregue em protesto contra o governo do então presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em janeiro de 2019.

A capa com a imagem de Bolsonaro durante o discurso na Assembleia Geral da ONU no mês passado tem a mesma formatação da edição que criticava Trump, anunciando que o político americano havia renunciado ao cargo, o que também nunca ocorreu. Conforme reportagens publicadas na época, uma tiragem de 25 mil cópias do jornal falso foi distribuída na cidade de Washington. Até a data era errada: mostrava um cenário futuro, de maio de 2019.

A capa falsa com o presidente brasileiro ainda tem os títulos iguais ao da edição também fake com a manchete de Trump. São eles: "Celebrations break out worldwide as Trump era ends" e "Surge of protests proves too much for Trump". Na tradução para o português, as frases são: "Celebrações ocorrem em todo o mundo com o fim da era Trump" e "Protestos dão o recado para Trump", respectivamente.

O próprio The Washington Post fez uma reportagem sobre a distribuição e divulgou uma nota sobre o caso na época: "Edições impressas falsas do The Washington Post estão sendo distribuídas no centro de DC, e estamos cientes de um site que tenta imitar o do Post. Eles não são produtos nosso e estamos investigando”.

O grupo ativista Yes Men assumiu a autoria dos jornais e sites falsos. Em comunicado divulgado pelo coletivo, uma das autoras da empreitada foi identificada como Onnesha Roychoudhuri. Ela disse ter realizado a edição falsa em parceria com L.A. Kauffman e outros voluntários.

“A história que este artigo conta é mais razoável do que nossa realidade atual. Já estamos vendo níveis sem precedentes de protesto e resistência. Agora só precisamos nos perguntar: o que vem a seguir? Este documento oferece um plano para nos ajudar a recuperar nossa democracia", justificou Onnesha.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos