É falso que Bolsonaro teve pico de 84 pontos de audiência e Lula de 34, durante participação no JN

O atual presidente e candidato à reeleição Jair Bolsonaro (PL) não registrou um pico de audiência de 84 pontos, contra 34 obtidos pelo também candidato e ex-mandatário Luiz Inácio Lula da Silva (PT), durante suas respectivas participações na sabatina do Jornal Nacional, em 22 e 25 de agosto de 2022. A alegação, compartilhada mais de mil vezes por usuários nas redes sociais desde 26 de agosto deste ano, foi desmentida pela Rede Globo à AFP.

“Na hora do pico o Molusco conseguiu 34 pontos contra 84 pontos do PR Bolsonaro! Mais uma porretada do Mito!”, afirmam publicações que circulam no Twitter (1, 2, 3) e Facebook (1, 2).

Captura de tela feita em 29 de agosto de 2022 de uma publicação no Twitter.

Entre 22 e 26 de agosto de 2022, a Rede Globo realizou, no Jornal Nacional, uma série de entrevistas com candidatos à presidência da República. O presidente Jair Bolsonaro (PL) foi o primeiro entrevistado; no dia 23, foi a vez de Ciro Gomes (PDT); Lula (PT) participou em 25 de agosto; e Simone Tebet (MDB), no dia seguinte.

A equipe do AFP Checamos entrou em contato com a assessoria de imprensa da emissora para solicitar acesso aos dados de audiência dos candidatos no JN. A Rede Globo informou que, devido a uma regra da Kantar Ibope Media (empresa responsável por esse cálculo), não pode divulgar os dados de pico de audiência.

No entanto, a emissora afirmou que a alegação de que Bolsonaro obteve um pico de 84 pontos durante sua participação no JN é falsa. A Rede Globo também informou nunca ter registrado um pico de audiência próximo aos 80 pontos, como mencionado por usuários nas publicações.

De acordo com a emissora, os dados medidos pela Kantar indicam que as médias de audiência dos três candidatos mais bem colocados nas pesquisas, obtidas durante suas participações no JN, foram muito próximas: 33 pontos para Bolsonaro; 32, a de Lula; e 29, a de Ciro Gomes.

Conteúdo semelhante já foi checado pela equipe da AFP.