É uma montagem a foto do candidato à presidência da Colômbia Gustavo Petro com Pablo Escobar

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Uma fotografia que supostamente mostra o candidato à presidência da Colômbia Gustavo Petro junto ao narcotraficante Pablo Escobar foi compartilhada centenas de vezes em redes sociais, em múltiplos idiomas, desde maio de 2022. No entanto, trata-se de uma fotomontagem na qual o rosto de Petro foi adicionado digitalmente.

“Gustavo Petro AMIGO DO LULA pode ser Presidente da Colômbia É UM terrorista,Q FEZ ATOS violentos CONTRA O País. Se ELE ganhar lá, a Colômbia vai FICAR IGUAL A Venezuela Argentina E CHILE NA foto ESTA AO LADO Pablo Escobar”, diz uma das publicações compartilhadas no Facebook (1, 2) e Twitter (1, 2) junto à imagem em que os dois aparecem sentados e sem camisa.

Captura de tela de uma publicação no Twitter feita em 31 de maio de 2022 ( . / )

Conteúdo similar circula em espanhol. 

No entanto, uma busca reversa da imagem no Google levou a um artigo do portal argentino Infobae que mostra a foto de Escobar, mas rodeado de outras pessoas, sem citar a data que foi tirada. Na fotografia, que mostra um ângulo mais amplo da cena, observa-se que a pessoa que está ao lado de Pablo Escobar não é Petro, e sim outro homem de bigode.

Essa foto aparece em outros sites e meios de comunicação (1, 2), mas nenhuma deles dá pistas sobre a origem da fotografia.

O jornal Publimetro Colômbia publicou uma nota sobre as fotografias que Jhon Jario Velásquez, conhecido como Popeye e famoso capanga de Escobar, compartilhou no Facebook antes de morrer em fevereiro de 2020.

Uma das fotos replicadas pelo Publimetro é a mesma que é compartilhada nas redes, sem edição. Outra imagem mostra a mesma cena e, nesta, vê-se o homem de bigode, que não é o Petro, de costas, junto a Escobar.

Foto de Petro

Escobar, um dos membros mais importantes da organização criminal Cartel de Medellín, morreu em 2 de dezembro de 1993 pelas mãos da polícia colombiana.

Uma busca no Google pelos termos “Gustavo Petro anos 90” levou a um artigo do jornal colombiano “La Silla Vacía” que relata um encontro do presidenciável com Hugo Chávez em Bogotá, em 1994, antes que Chávez assumisse a presidência da Venezuela, em 1999.

O artigo é acompanhado por uma fotografia de Petro e Chávez. Ao observá-la, é possível perceber que a imagem viral com Escobar foi realizada a partir de um recorte do rosto de Petro nesta foto.

Comparação entre a imagem viral (1) e a fotografia publicada pelo jornal La Silla Vacía, realizada em 15 de junho de 2021 ( . / )

Buscas no Google não mostraram resultados de uma reunião pública entre Petro e Escobar.

O atual presidenciável colombiano pertenceu à guerrilha de esquerda M-19, organização rival de Pablo Escobar, quando o narcotraficante fazia parte do grupo denominado “Morte Aos Sequestradores” (MAS), um grupo paramilitar que dizimou com parte dos rebeldes nos anos 80. Em 19 de junho, Petro enfrentará Rodolfo Hernández, do partido Liga Anticorrupção dos Governadores, no segundo turno das eleições colombianas, após alcançar 40,32% dos votos em 29 de maio.

O AFP Checamos já verificou outros conteúdos que vinculam figuras públicas ao tráfico de drogas (1, 2).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos