'É uma questão de energia', diz top Lais Ribeiro sobre sensualidade

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Longe das passarelas há quase dois anos, Lais Ribeiro brilhou essa semana na São Paulo Fashion Week. Experiente, a top piauense, que coleciona desfiles para marcas como Gucci, Versace e Givenchy, diz que sentiu “frio na barriga” no retorno e que se lembrou do início da carreira, em 2009. “Eu me senti honrada por participar e estar aqui depois de tanto tempo”, diz a modelo, escalada pela grife Torinno.

A seguir confira trechos de nossa conversa com Lais, que segue trabalhando com a Victoria’s Secret, mesmo não sendo mais angel da marca de lingerie.

Você é tida como uma das modelos mais sexy. Essa característica te ajudou na carreira?

Acredito que o que ajuda nesta carreira é enxerga-la com seriedade, se empenhar e dar o seu melhor, ser gentil e profissional.

O que é ser sexy?

Ser sexy, para mim, é estar feliz consigo mesma, se aceitar e se amar como você é. É muito importante enxergar a beleza em todas as suas diversas formas. A beleza real vem de dentro para fora, é uma questão de energia.

Pensa em seguir outro caminho além da moda?

A moda é a minha profissão. Trabalho como modelo há mais de dez anos e sou muito grata por tudo que pude viver e conquistar através da moda. Este segue sendo o meu foco profissional.

Como está sua relação com a Victoria’s Secret? Ainda é uma das angels?

Tenho uma relação de muito carinho e respeito com a Victoria's Secret, foi um divisor de águas na minha carreira e me impulsionou para que eu pudesse chegar até aqui. Hoje, a marca trabalha com o formato Collective, como já anunciaram. Seguimos trabalhando juntos, dentro dos novos formatos que operam, e tenho acompanhado com muita admiração todo o processo de evolução e inclusão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos