Índia e China completam retirada de tropas em suas fronteiras

·1 minuto de leitura
Índia e China recolhem suas forças em disputado trecho da fronteira himalaia

A Índia informou, neste domingo (21), que suas tropas e as da China concluíram a retirada de uma zona em disputa de sua fronteira no Himalaia, após meses de intensas tensões.

Ambos vizinhos e com armas nucleares, travaram uma guerra fronteiriça em 1962 e, há muito tempo, acusam-se mutuamente de tentar avançar suas fronteiras - o que nunca foi tratado de forma adequada - na região indiana de Ladakh, perto do Tibete.

O último conflito em meados de junho de 2020 terminou em 20 soldados indianos mortos no estratégico Vale do Rio Galwan, em Ladakh.

Na sexta-feira, oito meses depois, Pequim anunciou que quatro de seus soldados morreram nesse confronto. Foi sua primeira confirmação sobre baixas.

Após nove rodadas de negociações militares de alto nível, o ministro indiano da Defesa, Rajnath Singh, declarou na semana passada que ambos os lados se comprometeram a se retirar da área do lago Pangong.

Ontem, na 10ª rodada de negociações, o Ministério da Defesa da Índia manifestou que "ambas as partes consideraram positivo finalizar sem problemas a retirada de tropas da linha de frente na área do Lago Pangong".

grk/mtp/age/mb/tt