Índice de casos de Covid-19 acelera na Espanha

·1 minuto de leitura
Pessoas em bar de Madri

MADRI (Reuters) - O índice de infecções de coronavírus da Espanha aumentou em mais de 10 desde sexta-feira, causando um acréscimo de 15.500 casos, mostraram dados do Ministério da Saúde nesta segunda-feira, e um aumento gradual do contágio, que era baixo em meados de março, ganhou impulso.

O índice, que é medido ao longo dos 14 dias anteriores, subiu de 138 casos para cada 100 mil pessoas na sexta-feira para 149 casos, segundo os dados.

Ele vinha subindo aos poucos desde que caiu para menos de 130 casos para cada 100 mil pessoas em meados de março, mas continua bem abaixo do pico de quase 900 casos registrado no final de janeiro.

O número de infecções desta segunda-feira elevou o total acumulado desde o começo da pandemia a 3,27 milhões de casos. A quantidade de mortes aumentou em 189 desde sexta-feira e chegou a 75.199.

"Em nível nacional, estamos em uma fase de expansão" de casos novos, disse o chefe de emergências de saúde, Fernando Simón, em uma coletiva de imprensa, acrescentando que a tendência provavelmente se manterá nos próximos dias.

Embora bares e restaurantes continuem abertos na maior parte do país, a Espanha proibiu viagens entre regiões e limitou os eventos sociais a quatro pessoas durante a Semana Santa para evitar que as comemorações da Páscoa provoquem um ressurgimento do contágio.

"Se conseguirmos seguir as restrições da Páscoa, podemos não estar falando de uma quarta onda", disse Simón.

(Por Nathan Allen)