Índice europeu de ações fecha em queda por resultados fracos do setor financeiro

Por Danilo Masoni e Atul Prakash MILÃO/LONDRES (Reuters) - O índice das principais ações europeias fechou em leve queda nesta quinta-feira, pressionado por papéis do setor bancário após dados decepcionantes sobre Deutsche Bank e Barclays, com investidores avaliando o impacto negativo de uma possível alta de juros nos Estados Unidos até o fim do ano. O índice FTSEurofirst 300 das principais ações europeias recuou 0,04 por cento, aos 1.484 pontos. O Federal Reserve, banco central norte-americano, manteve a taxa de juros na quarta-feira, mas deixou a porta aberta para uma elevação em dezembro, minimizando as recentes turbulências nos mercados financeiros globais. "Investidores europeus estão realizando lucro sobre ativos de risco conforme eles começam a avaliar efeito final de uma alta de juros", disse o analista da JCI Capital Emanuele Rigamonti. As ações do Deutsche Bank caíram 6,8 por cento após o maior banco alemão alertar sobre dois duros anos de cortes de dividendos, limites de pagamento e milhares de cortes de vagas. Os papéis do banco britânico Barclays caíram 6,3 por cento, após uma queda de 10 por cento no lucro trimestral. Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,65 por cento, a 6.395 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,29 por cento, a 10.800 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,10 por cento, a 4.885 pontos. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 1,07 por cento, a 22.442 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,24 por cento, a 10.397 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 1,53 por cento, a 5.451 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos