Órgão regulador do Reino Unido diz que novos dados da vacina AstraZeneca comprovam eficácia em idosos

agências internacionais
·1 minuto de leitura

LONDRES — O órgão regulador britânico anunciou nesta sexta-feira que dados adicionais de testes da AstraZeneca comprovam que a vacina contra Coviod-19 desenvolvida com a Universidade de Oxford é eficaz em idosos

O Reino Unido está lançando a vacina em todas as faixas etárias depois que a Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos de Saúde (MHRA) foi o primeiro regulador a aprová-la em dezembro, mas alguns outros países europeus disseram que mais dados são necessários antes que sejam dados aos maiores 65

Munir Pirmohamed, presidente do Grupo de Trabalho de Especialistas em Risco de Benefícios de Vacinas Covid-19 da Comissão de Medicamentos Humanos, disse que os reguladores britânicos notaram o menor número de menores de 65 anos nos dados quando aprovaram a vacina.

"No entanto, não havia nenhuma evidência lá, sugerindo que as pessoas com mais de 65 anos não estavam obtendo evidências de eficácia", disse ele em uma entrevista coletiva da MHRA. "Desde então, vimos mais dados provenientes da AstraZeneca à medida que mais pessoas concluem o estudo, o que destaca novamente que a eficácia em idosos é observada e não há evidência de falta de eficácia."

Ele acrescentou que os idosos estão gerando fortes respostas imunológicas e disse que o mais importante é que tanto a vacina da AstraZeneca quanto uma vacina desenvolvida pela Pfizer e BioNTech estão prevenindo doenças graves e mortes.