Ômicron representa desafio e é "corrida contra o tempo", diz chefe-executiva da UE

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, em Bruxelas
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

PARIS (Reuters) - A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, disse nesta quarta-feira que o desafio representado pela variante Ômicron do coronavírus é uma "corrida contra o tempo", pedindo a todos os envolvidos que "se preparem para o pior".

"Vocês leram sobre as múltiplas mutações (da cepa) e o que isso pode ser, e sabemos por experiência própria com os dados da variante Delta que isso é uma corrida contra o tempo", disse ela em coletiva de imprensa.

"Os cientistas nos dizem que temos que fazer tudo o possível para aproveitar ao máximo o tempo que temos disponível até termos certeza sobre as características de transmissibilidade e gravidade da Ômicron", disse a chefe-executiva da União Europeia.

"Se preparem para o pior, torçam pelo melhor", acrescentou von der Leyen, reforçando que, de acordo com cientistas, a vacinação completa e a dose de reforço contra Covid-19 garantem o mais forte nível de proteção possível.

(Por John Chalmers)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos