Última parada do caixão de Elizabeth em Londres é monumento contra Napoleão

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A parada final do caixão da rainha Elizabeth 2ª na capital britânica nesta sexta (19) foi o Arco de Wellington. Situado em frente ao Hyde Park, o monumento foi o local onde os carregadores de caixão da Coroa o embarcaram no carro que o levará para o Castelo de Windsor, a cerca de uma hora de distância de Londres.

O arco data do início do século 19, e foi projetado para comemorar as vitórias do Reino Unido contra Napoleão Bonaparte. No seu topo há uma das maiores esculturas de bronze da Europa, um anjo da paz em uma carruagem puxada por quatro cavalos.

O caixão da rainha chega ao Castelo de Windsor por volta das 11h. O rei Charles 3º e outros membros da família real voltam a acompanhar o caixão a pé, desta vez, para a capela de St. George, nos arredores do castelo. Elizabeth será então enterrada em uma cerimônia privada, ao lado do marido, Philip, morto aos 99 anos no ano passado.