Últimos disparos norte-coreanos são advertência a EUA e Coreia do Sul, alerta Kim

(1º ago) TV de Seul exibe reportagem sobre teste de novo armamento norte-coreano

Os últimos lançamentos de mísseis da Coreia do Norte são uma "advertência" para Washington e Seul, que realizaram manobras militares conjuntas, segundo o dirigente norte-coreano, Kim Jong Un, citado nesta quarta-feira (horário local, noite de terça no Brasil) pela agência estatal KCNA.

"Parabenizando o êxito desse disparo de demostração, Kim Jong Un afirmou que essa ação militar seria uma ocasião para enviar uma advertência apropriada às manobras militares conjuntas efetuadas por Estados Unidos e Coreia do Sul", segundo a KCNA.

De acordo com essa fonte, Kim acompanhou os lançamentos que verificaram a "capacidade bélica" dos "mísseis táticos guiados de novo tipo".

O Estado Maior das Forças Armadas da Coreia do Sul havia afirmado que a Coreia do Norte lançou nesta terça-feira dois projéteis que "assumimos que se trata de mísseis balísticos de médio alcance".

As manobras militares conjuntas entre Coreia do Sul e Estados Unidos sempre foram um elemento de tensão na região, mas é a primeira vez que a Coreia do Norte realiza testes de mísseis durante os exercícios.

O governo da Coreia do Norte já advertiu em várias oportunidades que os exercícios militares conjuntos poderão impactar os esforços realizados por Washington e Pyongyang para pavimentar algum tipo de acordo sobre a desnuclearização da península coreana.