Único brasileiro em turnê da Disney, patinador de gelo mineiro que já foi animador de festa e militar lembra testes para grupo

De animador de festas infantis em Minas Gerais a integrante de uma turnê da Disney, a vida do ator e patinador mineiro Mário Castro, de 59 anos, podia até render um enredo próprio. Nesta quarta-feira, 22, ele estreia no Rio, no Maracanãzinho, o mais recente espetáculo da Disney On Ice, "Descobrindo aventuras". Nele, Mário é o único brasileiro, entre as dezenas de artistas que aparecem em cena interpretando os famosos personagens.

— O Brasil tem um calor especial, pois a plateia vive o momento, vive a aventura, sente a emoçāo, e isso tudo é transferido para nós, os patinadores. Não fico mais nervoso por apresentar um show no Brasil, fico, sim, com muita expectativa, pois a energia da plateia brasileira é algo incomparável — afirma ele, que, na nova produção, dá vida a vários personagens: — Sou uma criatura marinha no "Mundo da Pequena Sereia". Na história de "A Bela e a Fera", sou um morador do vilarejo, patinando nos números (das músicas) "Be our guest" e "Kill the beast". Em "Frozen", junto de Olaf, sou um dos pássaros (num número que remete ao verão, com animais e flores em cena).

Antes de se aventurar na patinação no gelo, além do trabalho como animador de festas, Mário foi militar em Minas. Quando encerrou a carreira no Exército, descobriu na patinação no gelo justamente algo em que pudesse não só se divertir, mas ficar em forma:

— Em 1990, eu trabalhava como animador de festas infantis com meu personagem Gatāo e, convidado por parentes, fui patinar em um shopping no Centro de Belo Horizonte. Eu gostei do esporte e estava procurando algo para continuar em forma, pois eu tambem havia terminado minha carreira militar como sargento na Compania de Comunicacões em Minas. Precisava estar em forma, e a patinacao foi a grande descoberta. Depois, fui estudar inglês em Miami, onde tive a oportunidade de fazer a minha primeira audiçāo na Disney on Ice.

Mário entrou para a trupe da patinação do gelo da Disney, nos Estados Unidos, em 1994. Um ano antes, ele havia tentado entrar pela primeira vez, mas pediram que ele treinasse mais. Ele meteu a cara, treinou tanto que conseguiu fazer um novo teste antes do tempo.

— Iniciei minha carreira profissional como patinador na Disney On Ice no ano de 1994, após a minha segunda audição. Anteriormente, sem sucesso em minha primeira tentativa, me sugeriram mais treinamento na parte técnica na patinaçāo no gelo. Como sou ator profissional, minha parte artística agradou bastante, mas não a parte técnica. Me pediram dois anos (de treinamento) até que eu pudesse fazer a minha próxima audiçāo, mas durou apenas um ano — lembra ele, orgulhoso, que fez seu primeiro espetáculo na Colômbia: "— Fiz minha primeira audição no show "A Bela e a Fera" (1993) e fui aprovado na seguda audiçāo, no show "Aladdin" (1994). Ao receber o convite para integrar ao elenco, o primeiro país a que fui patinar com a Disney on Ice foi a Colômbia, nas cidades de Calli, Medellin e Bogotá.

De lá pra cá, Mário já percorreu 83 países com a Disney On Ice, em 14 produções diferentes: "A Bela e a Fera", "Aladdin", "A Pequena Sereia", "Toy Story 2", "High School Musical", "Mickey and Minnie Magical Journey", "Frozen" e tantas outras, até chegar em "Descobrindo aventuras":

— Mesmo com turnês por mais de 80 países e trabalhando com show por tantos anos, sempre a expectativa é grande (para uma nova estreia). A ansiedade maior é por apresentar um espetaculo de qualidade, um espetáculo em que a família possa se divertir, pois são histórias que marcaram geraçōes, sao lembranças que são divididas entre avós, pais e netos.

Sobre ser o único representando brasileiro na atual turnê, Mário adianta:

— Atualmente, eu sou o único brasileiro, mas em breve teremos mais dois brasileiros integrando outras unidades da Disney on Ice, com turnês previstas para os Estados Unidos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos