Único sobrevivente de teleférico na Itália tem alta da UTI

·2 minuto de leitura

STRESA - O menino Eitan Biran, único sobrevivente da queda de um teleférico no norte da Itália na semana passada, recebeu alta da unidade de terapia intensiva do hospital Regina Margherita, em Torino nesta terça-feira e foi transferido para um leito de enfermeira. A criança é acompanhada por sua tia Aia, que deve assumir sua guarda.

O menino, de apenas cinco anos, perdeu os pais, o irmão e os avós no acidente. Ao todo, 14 pessoas morreram. A queda da cabine ocorreu no dia 23 de maio, por volta do meio-dia (horário local) a 100 metros da última estação do teleférico, quando o cabo de tração se rompeu e fez a cabine recuar em alta velocidade até se chocar contra um pilar.

Acompanhavam Eitan no passeio o pai, Amit Biran, de 30 anos, a mãe, Tal Peleg-Biran, 26, o irmão, Tom, de dois anos, e os bisavós maternos Itshak Cohen , 81, e Barbara Konisky, 71. O casal, natural de Tel Aviv, vivia na Itália havia mais de seis anos. Os avós saíram de Israel para passar férias com a família na Europa.

A cabine com 15 pessoas caiu de uma altura de 20 metros, numa encosta íngreme, e ainda rolou diversas vezes até ser parada pelas árvores.

O teleférico, bastante popular, conecta a cidade de Stresa com o Monte Mottarone em 20 minutos, que fica a uma altura de quase 1.500 metros, e oferece uma vista espetacular dos Alpes e do Lago Maggiore.

Três responsáveis pelo teleférico chegaram a ser presos preventivamente, mas dois deles, Enrico Perocchi e Luigi Nerini, foram soltos no último sábado (29), enquanto o terceiro, Gabriele Tadini, foi colocado em detenção domiciliar. O trio foi identificado como o dono, o diretor e o chefe de operações da empresa que administra o transporte. Já se sabe que um sistema que impedia o acionamento dos freios de emergência tinha sido deixado no teleférico de propósito para evitar seu fechamento devido a problemas técnicos presentes há vários dias.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos