Único vencedor do 'Show do Milhão' ganhou com pergunta sobre aniversário de Lula; relembre

Nesta quinta-feira (27), aniversário de 77 anos do ex-presidente (e candidato ao Palácio do Planalto) Luiz Inácio Lula da Silva, voltou a circular na internet um vídeo que mostra a única vez que um participante ganhou o prêmio máximo no programa "Show do Milhão", apresentado por Silvio Santos, que fez sucesso no início dos anos 2000. Em 22 de outubro de 2003, o sul-matogrossense Sidiney de Moraes, funcionário aposentado do Banco do Brasil, ganhou R$ 1 milhão em barras de ouro (que, dizia Silvio Santos, valiam mais do que dinheiro), ao acertar a seguinte pergunta: "Em que dia nasceu e em que dia foi registrado o presidente Lula?".

Após 15 segundos de reflexão, Sidiney escolheu a primeira alternativa apresentada por Silvio Santos: "6 e 27 de outubro". "Está certo disso?", perguntou o apresentador. Sidiney respondeu afirmativamente, disse que havia lido sobre isso. "Ganhou R$ 1 milhão!", anunciou Silvio Santos. À época, Lula cumpria seu primeiro mandado como presidente da República.

Sidiney foi selecionado para participar do programa graças uma promoção de uma empresa de telefonia que passara a patrocinar o "Show do Milhão". Antes disso, no entanto, ele já havia enviado vários cupons da "Revista do SBT" para emissora, mas nunca fora sorteado. Para enfrentar Silvio Santos, Sidiney estudou com enciclopédias e preencheu 17 cadernos com anotações.

Fama ou família: Memórias do príncipe Harry saem em janeiro e público especula quanto ele vai revelar

O aposentado foi generoso com o prêmio. Deu R$ 100 mil a cada um dos dois filhos, R$ 15 mil para um familiar mais próximo e R$ 5 mil para outros parentes. Chegou a dizer que o prêmio mudou sua vida. Em entrevista a um jornal baiano em 2017, aos 80 anos, Sidiney disse que mais da metade do prêmio continuava em sua conta bancária.

Antes de Sidiney, apenas uma pessoa havia chegado à pergunta do milhão. Em 28 de fevereiro de 2002, o mineiro Jair Hermínio da Silva errou ao responder quantas letras tem o lema inscrito na bandeira do Brasil. Ele disse 16, pensando que a frase é "Ordem ou Progresso" e não "Ordem e Progresso".