As 10 melhores cidades do mundo para se viver, segundo ranking da Economist

Viena.
Viena ficou em primeiro lugar na lista

Viena voltou a ficar em primeiro lugar na lista de melhores cidades do mundo para se viver, segundo o relatório produzido anualmente pela Unidade de Inteligência da revista britânica The Economist.

A capital austríaca tomou o primeiro lugar de Auckland, na Nova Zelândia, que caiu para o número 34, devido às rigorosas medidas de prevenção que impôs devido à pandemia, segundo o relatório.

Viena havia perdido o primeiro lugar no ano passado justamente por causa do fechamento de museus e restaurantes devido à covid. Mas a reabertura da vida cultural e social a devolveu à posição que já havia alcançado em 2018 e 2019.

Em segundo lugar ficou Copenhague (Dinamarca); em terceiro lugar, Zurique (Suíça); e em quarto e quinto lugares, duas cidades canadenses: Calgary e Vancouver, respectivamente.

As 10 melhores cidades para se viver

  1. Viena, Áustria

  2. Copenhague, Dinamarca

  3. Zurique, Suíça

  4. Calgary, Canadá

  5. Vancouver, Canadá

  6. Genebra, Suíça

  7. Frankfurt, Alemanha

  8. Toronto, Canadá

  9. Amsterdã, Holanda

  10. Osaka, Japão, e Melbourne, Austrália

Fonte: The Economist

As cidades são classificadas de acordo com índices como estabilidade, saúde, cultura e meio ambiente, educação e infraestrutura.

O que faz de Viena a melhor cidade para se viver?

Auckland
Auckland passou do primeiro lugar para a 34ª posição em um ano

Segundo os autores do relatório, "estabilidade e boa infraestrutura são os principais encantos da cidade para seus habitantes, respaldados por bom atendimento médico e muitas oportunidades de cultura e entretenimento".

Outros dados curiosos

O relatório também lista as 10 piores cidades segundo esses índices: Damasco (Síria), Lagos (Nigéria), Trípoli (Líbia), Argel (Argélia), Karachi (Paquistão), Port Moresby (Papua Nova Guiné), Dhaka (Bangladesh), Harare (Zimbábue), Douala (Camarões) e Teerã (Irã).

'Este texto foi originalmente publicado em https://www.bbc.com/portuguese/geral-61910801'

Sabia que a BBC está também no Telegram? Inscreva-se no canal.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos