Mais de 100 mortos por coronavírus no Reino Unido

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, e o negociador da UE para o Brexit, Michel Barnier, em 17 outubro de 2019, em Bruxelas

O Reino Unido superou as 100 mortes pelo coronavírus nesta quarta-feira, depois de registrar um aumento significativo de mortes em um único dia, anunciaram autoridades de saúde na Inglaterra e na Escócia.

Um total de 32 pessoas morreu na Inglaterra na quarta-feira, após testes positivos para a Covid-19 e mais uma na Escócia, elevando o número total de mortes no país para 104 desde o início da epidemia.

Os novos mortos são pessoas entre 59 e 94 anos e todos tinham problemas de saúde anteriores, disseram os serviços de saúde.

O Reino Unido registrou 2.626 casos confirmados do novo coronavírus na quarta-feira, mas o país não realiza testes sistemáticos e o principal consultor científico do governo reconheceu na terça-feira que é "razoável" pensar que existem 55.000 pessoas infectadas.

Depois de ser severamente criticado por não tomar medidas firmes como outros países europeus para impedir a propagação do vírus, o primeiro-ministro Boris Johnson na segunda-feira reforçou as medidas de contenção.

Ele exortou todos os britânicos a evitar todo "contato social não essencial", trabalhando em casa e abstendo-se de ir a bares, restaurantes, cinemas, teatros e outros eventos sociais.

As escolas ainda estão abertas no momento, mas os governos autônomos da Escócia e do País de Gales anunciaram que as fecharão nesta semana.