Mais de 11.000 mortos por coronavírus no mundo

Oficiais italianos em posto de controle em Roma

O novo coronavírus causou pelo menos 11.401 mortes em todo o mundo desde que apareceu em dezembro, de acordo com um balanço elaborado pela AFP com base em fontes oficiais na manhã deste sábado.

Desde o início da epidemia, mais de 271.660 casos de contágio foram registrados em 164 países ou territórios.

Desde a sexta-feira às 19h00 GMT (16h00 de Brasília), houve 272 novas mortes e 12.725 infecções em todo o mundo.

O número de mortos na Itália, que registrou sua primeira vítima fatal ligada ao vírus no final de fevereiro, é de 4.032. O país registrou 47.021 infecções. As autoridades italianas consideram que 5.129 pessoas foram curadas.

Na Espanha, o Ministério da Saúde anunciou neste sábado 324 novas mortes por coronavírus, elevando o número total de mortes para 1.326, enquanto o número de infectados chega a 25.000 no país.

A China continental (sem contar Hong Kong e Macau), onde a epidemia eclodiu no final de dezembro, tem um total de 81.008 pessoas infectadas (32 novos casos desde sexta-feira), das quais 3.255 morreram e 71.740 foram completamente curadas.

O Irã está atrás da China e da Itália, com 1.556 mortes e um total de 20.610 casos.

É seguido pela Espanha, França, com 450 mortes e 12.612 infecções, e Estados Unidos, com 260 mortes e quase 20.000 infecções.

Sexta-feira, Emirados Árabes Unidos, Lituânia, Israel e Paraguai anunciaram suas primeiras mortes relacionadas ao coronavírus. O Zimbábue anunciou o primeiro contágio.

Neste sábado às 11h00 GMT (8h00 de Brasília) e desde o início da epidemia, a Europa contabilizou 127.056 infecções (6.028 mortes), Ásia 95.565 (3.455), Oriente Médio 23.327 (1.581), Estados Unidos e Canadá 20.360 (269), América Latina e Caribe 3.226 (35), Oceania, 1.121 (7) e África 1.006 (26).

Esse balanço foi elaborado com base nos dados das autoridades nacionais compilados pelos escritórios da AFP e com informações da Organização Mundial da Saúde (OMS). Os critérios para preparar balanços e as práticas de triagem para amostragem variam de país para país.