12 - Marcos Pereira será investigado por suposto recebimento de R$ 7 milhões da Odebrecht

ANGELA BOLDRINI

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ministro do Supremo Tribunal Federal Edson Fachin determinou a abertura de inquérito para investigar o ministro da Ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira (PRB).

O pedido se baseia nas delações dos executivos da Odebrecht Marcelo Odebrecht, Alexandrino Alencar, Fernando Reis, e Hilberto Mascarenhas Filho.

A investigação sobre o ministro de Temer é uma entre 83 que foram determinadas pelo ministro no dia 4 de abril. Elas haviam sido pedidas no dia 14 de março pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Segundo o pedido, o ministro teria recebido da empreiteira investigada pela Lava Jato R$ 7 milhões para seu partido em 2014. O repasse teria como objetivo garantir o apoio à chapa Dilma-Temer na eleição presidencial.

"Ainda se narra que Edinho Silva [tesoureiro da campanha de Dilma Rousseff] teria sugerido ao executivo Marcelo Bahia Odebrecht o acionamento de líderes dos partidos PROS, PRB, PC do B e PDT a fim de propiciar o custeio das referidas agremiações partidárias. Objetivava-se, com isso, assegurar maior tempo de antena à coligação 'Com a Força do Povo' e, de tal modo, gerar vantagem eleitoral à candidatura", afirma o texto.

A reportagem ainda não conseguiu contato com a defesa do ministro Marcos Pereira.