140 pessoas foram presas e 2.717 urnas foram substituídas durante votação, diz TSE

SÃO PAULO/ SP, BRASIL,  14.09.2020.  Servidores da Justiça Eleitoral ajustando as urnas, e usando equipamento de proteção, na  1a Zona Eleitoral, da Bela Vista .- Coronavirus o COVID-19.  (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress) ORG XMIT: AGEN2009141332238374
SÃO PAULO/ SP, BRASIL, 14.09.2020. Servidores da Justiça Eleitoral ajustando as urnas, e usando equipamento de proteção, na 1a Zona Eleitoral, da Bela Vista .- Coronavirus o COVID-19. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress) ORG XMIT: AGEN2009141332238374

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) informou que 140 foram presas em seu boletim de ocorrências das eleições divulgado às 16h. Deste número, 45 são candidatos.

O estado que mais registrou ocorrências com boca de urna resultando em prisões foi São Paulo, com 27.

Além disso, 2.717 urnas precisaram ser substituídas, representando um percentual de 0,60% do total.