15 empresas apresentam propostas para gerir 5G no Brasil; veja quais

·2 min de leitura
TONGLING, CHINA - SEPTEMBER 16: Workers of China Mobile set up 5G antennas on a tower on September 16, 2021 in Tongling, Anhui Province of China. (Photo by Guo Shining/VCG via Getty Images)
TONGLING, CHINA - SEPTEMBER 16: Workers of China Mobile set up 5G antennas on a tower on September 16, 2021 in Tongling, Anhui Province of China. (Photo by Guo Shining/VCG via Getty Images)
  • Grandes operadoras apresentam propostas para rádio frequências de 5G, que permitirá operações;

  • Leilão não terá a presença da Oi, que já vendeu seus ativos de telefonia celular;

  • Leilão está marcado para o dia 4 de novembro;

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) anunciou nesta quarta-feira que 15 empresas, individualmente, ou organizadas em consórcio, apresentaram propostas para a compra de lotes de radiofrequência no leilão de quinta geração de serviços móveis (5G). O leilão está marcado para 4 de novembro. A cifra total do certame é de R$ 49 bilhões, segundo informações levantadas pelo jornal Valor Econômico.

As grandes operadoras de telecomunicações brasileiras como a Claro, a Vivo (por meio de sua controladora, a espanhola Telefónica) e a Telecom Italia (TIM), apresentaram propostas para compra de rádiofrequências de 5G, como já era esperado. Outras empresas de médio porte, ou formação de consórcios também entregaram envelopes à Anatel.

Os envelopes com propostas econômicas, que na prática representam os primeiros lances do leilão, serão abertos somente no dia 4 de novembro, dia da sessão de disputar pelos lotes, segundo informações do Valor Econômico. Porém, o envio da proposta ainda não é uma garantia que todas as 15 empresas participarão do leilão. 

Leia também

Para ser credenciada, é necessário que a proposta cumpra as exigências do edital aprovado pela Anatel, além da entrega da documentação necessária. Dentre essas exigências, segundo o Valor Econômico, está a verificação das garantias financeiras de manutenção das propostas de preço e dos documentos de regularidade fiscal, feita pela Comissão Especial de Licitação (CEL), criada exclusivamente pela Anatel para realizar o certame.

O leilão do 5G prevê a venda das frequências de 700 MHz, 2,3 GHz, 3,5 GHz e 26 GHz, em blocos nacionais e regionais. É a partir delas que as operadoras oferecerão os serviços de 5G, considerada uma nova geração da internet, para a população. As vencedoras ficarão responsáveis pela compra e instalação de equipamentos e torres de transmissão para o sinal do 5G. Já o direito de exploração das faixas dura 20 anos, segundo informações da CNN Brasil. 

Veja a lista das 15 empresas participantes, com informações do Valor Econômico:

  • Algar Telecom S.A.

  • Brasil Digital Telecomunicações LTDA

  • Brisanet Serviços de Telecomunicações S.A.

  • Claro SA

  • Cloud2U Indústria e Comércio de Equipamentos Eletrônicos LTDA

  • Consórcio 5G Sul

  • Fly Link LTDA

  • Mega Net Provedor de Internet e Comércio de Informática LTDA

  • Neko Serviços de Comunicações, Entretenimento e Educação LTDA

  • NK 108 Empreendimentos e Participações S.A.

  • Sercomtel Telecomunicações S.A.

  • Telefônica Brasil S.A. (Vivo)

  • TIM S.A.

  • VDF Tecnologia da Informação LTDA

  • Winity II Telecom LTDA

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos