170 pessoas passam mal após refeição em RU de universidade no PR

170 pessoas passaram mal após refeição (Getty Images)
170 pessoas passaram mal após refeição (Getty Images)

Mais de 170 pessoas, entre alunos e servidores da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), em Curitiba, afirmam terem sofrido intoxicação alimentar após comerem nos Restaurantes Universitários (RUs) da instituição.

O estudante de engenharia de computação, Daniel dos Santos Salles, contou que os alunos fizeram um grupo no WhatsApp para coletarem os relatos compilados até esta quarta-feira (25). As informações foram divulgadas pelo g1.

"Nessa última semana muitas pessoas relataram ter passado mal, eu inclusive. O número de pessoas que assinaram e explicitaram que comeram no RU e passaram mal no mesmo dia foi estrondoso. A gente buscou respostas com a administração, especialmente com a administração da empresa que trabalha no RU, mas eles não ajudaram a gente, não deram respostas satisfatórias", disse o aluno ao jornal.

Salles ainda disse que os problemas com a refeição nos restaurantes universitários não são recentes. Segundo ele, já houve relatos de "larva, pedaço de plástico e cabelo".

"Isso a gente tá falando sobre esse caso especifico da intoxicação, mas a qualidade da comida e corpos e objetos estranhos na comida a gente reclama faz anos. Imagino que nunca teve um dia que o RU foi realmente um lugar de qualidade para comer. Já relataram ter larva, pedaço de plástico, eu já encontrei várias vezes cabelo. Realmente é abaixo do ideal."

Processo Administrativo

Ao g1, a UTFPR afirmou que uma Comissão formada por servidores e estudantes acompanha o ocorrido e que pode abrir um Processo Administrativo contra a empresa responsável pelo restaurante.

"Estão verificando todos os detalhes narrados para que sejam tomadas as medidas cabíveis para elucidar os fatos e apurar as responsabilidades, inclusive com a instauração de Processo Administrativo Sancionatório contra a empresa contratada", disse.

A empresa responsável pelas refeições nas sedes Centro e Ecoville recebeu na terça-feira (24) uma visita da Vigilância Sanitária Municipal, segundo o g1.

Porém, conforme a universidade, foi não constatada nenhuma irregularidade nos ambientes ou nos procedimentos de funcionamento.

"Infelizmente a comissão da vigilância que visitou a empresa irá entregar o laudo para sua nutricionista na próxima semana", informou a UTFPR. Segundo a instituição, são servidas, em média, 2 mil refeições por dia nas duas sedes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos