2 - Pabllo Vittar troca Parada Gay de SP pela dos EUA e diz que ambas pedem respeito e menos violência

**ARQUIVO** SÃO PAULO, SP, 03/11/2018. Retrato Pabllo Vittar durante show no Cine Jóia para o Guia Folha. (Foto: Jardiel Carvalho/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Uma das principais atrações da Parada Gay de São Paulo em 2018, Pabllo Vittar, 24, decidiu não se apresentar na edição deste ano, que acontece neste domingo (23), para fazer uma série de shows nas paradas dos Estados Unidos e do Canadá. A maratona, que acontece desde o início do mês, chega a Toronto neste sábado (22).  "Quero aproveitar o espaço e o impacto dessas prides (paradas) para falar mais sobre nossa comunidade e nossos direitos", afirma a cantora, que já destacou algumas reivindicações em comum com a comunidade LGBTQI+ brasileira: "maior igualdade de direitos, mais respeito à diversidade, menos violência".  Outras aspirações são mais atreladas às leis e regulamentações de cada país, afirma Pabllo, que já passou por Los Angeles, Boston, Miami e Chicago. Nos próximos dias, ela também passará pelas paradas de nova York (29.jun) e São Francisco (30.jun). "A recepção foi especial, balançamos juntos, com muita dança e animação", comemora.  Pabllo aproveita a série de shows também para apresentar seus projetos no exterior. "Quero que conheçam meu trabalho, minha luta e meus objetivos", afirma ela rejeitando a expressão alavancar carreira. "Quero falar mais sobre minha comunidade para o mundo", completa ela, que prepara um novo álbum para novembro.  A cantora comemora ainda sua parceria com a marca Adidas para lançar uma coleção com as cores da bandeira LGBTQI+, voltada ao combate à LGBTfobia, "um assunto que precisa ser falado", segundo ela. "Estou feliz, é um presente. A marca é minha parceira há mais de três anos e estar em mais uma coleção pride é incrível".