20 dicas para enfrentar bem o período de isolamento necessário por causa da Covid

Evelin Azevedo
·2 minuto de leitura

Estamos em pleno endurecimento das medidas de isolamento criadas para reduzir a movimentação de pessoas nas ruas e consequentemente frear a transmissão do novo coronavírus. Depois de um ano de pandemia, encarar um isolamento mais rigoroso pode ser um desafio para a saúde mental. Por isso, o EXTRA procurou ajuda profissional e criou um “manual de sobrevivência” para esta nova etapa.

Especialistas afirmam que é compreensível que as pessoas estejam cansadas da nova rotina imposta pela Covid-19. No entanto, este é um momento de nos esforçarmos um pouco mais para vencermos a doença.

¨— É preciso trabalhar a resiliência para continuar motivado e não deixar se abalar mesmo nessa situação difícil para todos — orienta a psicóloga Fabiane Curvo de Faria.

Na avaliação do psiquiatra Eduardo Tancredi, membro do Comitê Técnico da Aliança para a Saúde Populacional (ASAP), novas medidas restritivas impactam na saúde mental, pois os seres humanos são sociáveis. Mas ele sugere que este momento dentro de casa seja visto como uma oportunidade de “organizar a vida”.

— Teremos tempo para colocar alguns projetos engavetados em prática. Vamos ser otimistas. A vacina está aí e isso vai passar — aconselha.

Com as escolas fechadas neste período de medidas restritivas mais duras, as crianças precisam ter o que fazer. Para Ana Barroso, da Pediatria Dupla Carioca, os pais podem aproveitar para brincar com os pequenos e também integrá-los à rotina de casa:

— As crianças podem receber tarefas simples, como regar as plantas, arrumar a cama e jogar o lixo fora. Vale também tirar pelo menos uma hora do dia para brincar de algo.

Thatiana Peixoto, também da Pediatria Dupla Carioca, alerta que os pais devem ficar atentos para evitar possíveis acidentes domésticos, principalmente com crianças pequenas:

— É importante nunca deixar crianças sozinhas em cozinhas ou áreas com piscina. Facas, tesouras, chaves de fenda e outros objetos perfuradores nunca devem ser dados às crianças e precisam ser guardados em locais fechados.

Com restaurantes funcionando apenas por delivery, é importante tomar alguns cuidados ao receber entregas.

— No contato com o entregador, utilize máscara e higienize as mãos antes e depois de manusear a entrega. Evitar comer na embalagem original e utilizar utensilio próprio também podem ser medidas para evitar o risco de contaminação, que ainda assim é baixo — diz Ana Helena Figueiredo, infectologista do Grupo de Telemedicina Iron, que recomenda ainda escolher o horário mais vazio para fazer compras no supermercado, sempre usando máscara e mantendo o distanciamento.