20 pessoas são presas por tráfico de drogas em condomínio do Minha Casa, Minha Vida

Carro da polícia (Foto: Getty Images)
Carro da polícia (Foto: Getty Images)

Vinte pessoas foram presas suspeitas de comandar um esquema de tráfico de drogas em um condomínio do Minha Casa, Minha Vida, no litoral norte do Rio Grande do Sul.

A operação policial prendeu 13 pessoas preventivamente e sete em flagrante por posse ilegal de arma de fogo ou drogas, de acordo com informações do portal g1.

No total, foram expedidos 17 mandados de prisão preventiva: 11 em Santo Antônio da Patrulha, um em Canoas e cinco em penitenciárias de Charqueadas e Osório.

O portal g1 também informou que foram cumpridos ainda 40 mandados de busca e apreensão em Santo Antônio da Patrulha, Canoas, Nova Santa Rita, Charqueadas e Osório, e o bloqueio judicial de dez apartamentos no condomínio a pedido do MP (Ministério Público).

De acordo com investigações, o grupo não só guardava as drogas em apartamentos próprios e alugados, como também obrigava moradores a guardarem os entorpecentes. Há quem foi ameaçado e teve de abandonar seus apartamentos.

Sobre a operação policial, a Caixa Econômica Federal, responsável pelo programa Minha Casa, Minha Vida, disse que "não cabe manifestação da Caixa por se tratar de questão de segurança pública".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos