2015: Rio Gastronomia ganha a Feira das Cachaças, com oito alambiques fluminenses

O Globo
·3 minuto de leitura
Adriana Lorete / Adriana Lorete
Adriana Lorete / Adriana Lorete

E mais uma vez as tribunas do Jockey Club viram as cores e sabores do Rio Gastronomia em 2015. Durante dois fins de semana, de 21 a 23 e de 27 a 30 de agosto, o maior evento de gastronomia do Brasil ocupou o gramado em frente às pistas de corrida, com 13 quiosques de restaurantes premiados, incluindo pés-limpos e pés-sujos, e 12 food trucks. Entre eles, o da Roberta Sudbrack, eleita na época a melhor chef da América Latina pela revistra britânica "The Restaurant".

O sucesso da edição era estampado nos números: todos os ingressos para participar das 80 aulas com chefs renomados de restaurantes cariocas esgotaram antes mesmo do primeiro dia de evento e a entrada, gratuita, era concorrida e sujeita a lotação. Lá dentro, além das aulas e da possibilidade de experimentar iguarias a valores especiais, havia novidades: o evento ganhava uma Feira das Cachaças, com oito alambiques fluminenses. Nos dias de evento, além da possibilidade de comprar garrafas, o público podia degustar doses das marcas Coqueiro, Werneck, da Quinta, Engenho São Miguel, Fazenda Soledade, Reserva do Nosco, Alambique Engenho Douro e Pedra Branca. Também estreando no evento, um Caminho Sensorial foi criado para que o público degustasse cervejas, vinhos, cachaças e azeites.

A Feira de Sabores, sucesso nas duas edições anteriores, estava de volta. Eram 21 pequenos produtores do interior do estado expondo suas delícias, entre embutidos, queijos, cafés, mel, doces em compota... E com uma novidade: para garantir o conforto dos clientes, a feira ganhou um espaço refrigerado, com área de desgustação e provas.

O Espaço Senac cresceu: agora o público podia colocar a mão na massa, ao lado de chefs que os orientavam, em 16 fogões. E novos parceiros chegaram: o Espaço Friboi trazia uma programação intensa para os amantes de carne, com aulas dos chefs Guga Rocha e Arthur Sauer.

A programação de shows, que a cada dia encerravam o evento, teve direito a atração internaciol, com o ex-The Police Andy Summers, que tocou ao lado de Rdorigo Santos. Ainda teve apresentações de Mart'nália e Evandro Mesquita. E se a noite era uma criança, estas se esbaldaram ao longo do dia, com shows e aulas pensados para elas. Como a atividade em que Fabiana D’Angelo ensinou aos pequenos como fazer um brigadeiro perfeito.

Mais uma vez, o evento se estendeu para fora do Jockey. Até 30 de agosto, mais de 400 restaurantes apresentaram menus especialmente criados para o Rio Gastronomia em seus cardápios, em três faixs de preços: R$ 35, R$ 50 e R$ 70. Entre os dias 24 e 26 de agosto, o Shopping Fashion Mall, em São Conrado, promoveu durante a semana aulas-degustações com chefs. Entre os professores estão Claude Troisgros, Roberta Sudbrack e Pascal Jolly.

E, para "levar para casa" um pouco do Rio Gastronomia, uma loja na área de convivência do Jockey vendia mais de 100 produtos para equipar ou enfeitar a cozinha, de panelas multicoloridas a pinguim de geladeira. A marca Rio Gastronomia também vendia itens próprios e exclusivos, como ecobags, bolsas para vinhos, avental e toalhas.