Após 3 dias fora da geladeira, 282 doses da Pfizer são jogadas no lixo no Paraná

·1 minuto de leitura
Dose de vacina da Pfizer
(NORBERTO DUARTE/AFP via Getty Images)

Após um erro de armazenamento, um lote de 47 frascos da vacina contra covid- 19 da fabricante Pfizer foram jogados no lixo, os frascos ficaram três dias fora da geladeira. Se não houvesse o desperdício, 282 pessoas estavam fora da fila da vacina e com a primeira dose aplicada. 

A cidade recebeu o lote no dia 28 de junho, e foram encontradas fora da geladeira no Centro de Imunizações da cidade. A orientação de descarte veio do Plano Nacional de Imunização - PNI, depois que a vacina perdeu a eficácia. 

A Secretaria Municipal de Saúde de Cascavel informou que fez o descarte das vacinas seguindo os protocolos e orientações do Ministério da Saúde. 

As vacinas fazem parte do grupo dos materiais infectantes e após o vencimento ou inutilização são descartadas em caixas de materiais perfuro cortantes e posteriormente armazenadas em bombonas para lixo infectante até o recolhimento pela empresa especializada.

O Ministério da Saúde ainda não informou se irá repor as doses descartadas. A prefeitura de Cascavel vai abrir um processo interno de responsabilidade para apurar o erro. 

Cascavel já vacinou 221.527 pessoas até essa quarta- feira (22). 155.180 pessoas com a primeira dose, 53.177 pessoas com a segunda dose e 13.170 com a dose única. 

Armazenamento da Pfizer 

As vacinas da Pfizer exigem condições especiais de armazenamento, diante disso, são repassadas apenas às cidades que têm os equipamentos que podem garantir que as doses fiquem guardadas em temperatura segura.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos