3 fatos que a edição de 2020 do "BBB" já fez melhor do que a atual

Guilherme Machado
·2 minuto de leitura
Nem só de polêmicas foi feito o BBB20! O feminismo foi muito discutido dentro da casa e nós separamos para você as melhores lições que o programa ensinou.
Nem só de polêmicas foi feito o BBB20! O feminismo foi muito discutido dentro da casa e nós separamos para você as melhores lições que o programa ensinou.

Não há como negar que o “BBB 21” já é um sucesso enorme. A edição vem provocando burburinhos diários além de alcançar altos índices de audiência. Mas isto não significa que ela seja objetivamente melhor do que a edição de 2020, que também teve um ótimo desempenho.

Ainda é cedo para decidir se a atual edição do reality será melhor ou pior do que a do ano passado, mas eis aqui alguns pontos que a outra edição teve de melhor.

Clima mais leve

Talvez o que seja mais evidente é que, apesar de engajar, a atual edição do reality está com o clima bastante pesado, tóxico mesmo. Sim, em 2020 houve tretas, gritaria, choradeira, tudo isso. Mas existe algo nos atuais participantes que torna a experiência muito mais deprimente.

Leia também

No ano passado o reality provocava vários momentos de alegria e riso. Agora, o que se vê são várias situações que provocam raiva e até mesmo estresse, muito em parte por competidores como Nego Di, Karol Conká e Lumena, que travam embates extremamente agressivos e muitas vezes cruéis. Nada muda o fato de que o público continua engajado, mas ele está também mais estressado.

Famosos ainda eram novidade

No “BBB 20”, a presença de famosos era uma novidade, algo que nunca havia sido experimentado antes na história do reality. Por isso, existia uma enorme expectativa que levou a muitas surpresas, uma vez que os próprios famosos que participaram ainda não sabiam como seria o esquema e deixaram transparecer uma naturalidade que beneficiou o jogo.

Desta vez o quadro foi outro, o público já sabia do esquema e os próprios convidados do reality já tinham uma noção do que esperar, o que, inclusive, no início do programa gerou receios, já que todos estavam preocupados com possíveis cancelamentos.

Ainda é fascinante ver celebridades no reality, mas não há mais o brilho da primeira vez.

Apresentador menos apático

Existe um outro elemento que precisa ser discutido: algo no jeito em que Tiago Leifert está conduzindo o reality não está funcionando direito nesta edição. No “BBB 20” o apresentador foi criticado por se meter demais no jogo, mas ao mesmo tempo apresentou uma energia quase inesgotável, sempre alegre, divertido, se tornando alvo dos mais diversos memes nas redes sociais e impressionando com seu carisma.

Agora, parece que algo se perdeu. O apresentador continua cumprindo bem seu papel de cumprir o programa, mas em diversos momentos já demonstrou cansaço, estresse e até mesmo falta de paciência – quem lembra da bronca em Karol Conká? Talvez Leifert também já esteja influenciado pelo clima pesado da edição, mas ainda assim, ele mostra determinação de seguir em seu papel, o que é fundamental.