3 - Feriado de 1° de Maio suspende rodízio e altera serviços nesta segunda em SP

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O rodízio municipal de veículos em São Paulo será suspenso nesta segunda-feira (1°) por causa do feriado de 1° de Maio, Dia do Trabalho, segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego).

As demais restrições de veículos, como a de fretados e a de caminhões, também ficarão suspensas nesta segunda. Além disso, alguns serviços na capital paulista terão os horários alterados.

O rodízio de carros está suspenso desde a última sexta (28) quando centrais sindicais e movimentos de esquerda convocaram uma greve geral contras as reformas trabalhista e da Previdência. Praticamente sem ônibus, metrô e trens, muitos trabalhadores ou não chegaram ao serviço ou nem saíram de casa.

Alguns paulistanos aproveitaram a paralisação para antecipar a viagem do feriado prolongado de 1° de Maio. A CET estima que mais de 1,7 milhão de carros deixaram a capital paulista na última sexta (28) em direção ao litoral e ao interior do Estado.

Segundo a companhia, a suspensão do rodízio visa garantir as condições de segurança e fluidez do trânsito devido ao aumento do fluxo de veículos, especialmente nos acessos das rodovias.

O rodízio de veículos, que vale desde 1997, será retomado na próxima terça (2) a partir das 7h, com restrição para carros com placas final 3 e 4.

De acordo com o CTB (Código de Trânsito Brasileiro), o motorista que trafegar em locais e horários não permitidos será penalizado com infração média, e receberá quatro pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e multa de R$ 130,16.

Além disso, fica permitida, de acordo com portaria municipal do ano passado, a circulação de veículos particulares em todas as faixas exclusivas de ônibus à esquerda e à direita durante o feriado, além de corredores exclusivos como o da Lapa, da Rio Branco, da Rebouças e da av. Nove de Julho. A liberação não se aplica às faixas exclusivas de ônibus ativadas como medida operacional de desvios da avenida Paulista.

A CET vai monitorar o trânsito especialmente nos acessos e chegadas das rodovias, no entorno dos terminais rodoviários do Tietê, da Barra Funda e do Jabaquara com o objetivo de garantir a fluidez do tráfego, a acessibilidade e segurança aos passageiros, pedestres e motoristas.

Confira o que abre e o que fecha em São Paulo no feriado:

AMAs 24 horas: normal

AMAs tradicionais: das 7h às 19h

AMASs/UBS integradas: pronto-atendimento (das 7h às 19h)

Bancos: fechados

Correios: fechado

Detran: fechado

Justiça: Eleitoral (TRE, cartórios eleitorais e postos de atendimento): fechados

Merc. Central Leste: fechado

Merc. Guaianases: fechado

Merc. Ipiranga: fechado

Merc. Kinjo Yamato: fechado

Merc. Lapa: fechado

Merc. Penha: fechado

Merc. Pinheiros: fechado

Merc. Pirituba: das 7h às 14h

Merc. Pátio Pari: das 4h às 17h

Merc. Santo Amaro: fechado

Merc. Sapopemba: fechado

Merc. São Miguel: fechado

Merc. Teotônio Vilela: das 7h às 13h

Merc. Tucuruvi: fechado

Merc. Vl. Formosa: fechado

Mercado Municipal: fechado

Parques (**): normal

Poupatempo: fechado

Procon-SP: fechado

Pronto-socorro: normal

Sacolão Avanhandava: das 7h às 17h

Sacolão Bela Vista: das 8h às 14h

Sacolão Brigadeiro: fechado

Sacolão Butantã: das 7h às 13h30

Sacolão Cidade Tiradentes: das 8h às 14h

Sacolão City Jaraguá: das 7h às 14h

Sacolão COHAB Adventista: das 8h às 17h

Sacolão Estrada do Sabão: das 7h às 15h

Sacolão Freguesia do Ó: das 7h às 15h

Sacolão Jaguaré: fechado

Sacolão Jaraguá: das 7h às 14h

Sacolão João Moura: fechado

Sacolão Lapa: das 8h às 14h

Sacolão Piraporinha: das 8h às 14h

Sacolão Rio Pequeno: fechado

Sacolão Santo Amaro: das 7h às 17h

Sacolão São Miguel: fechado

Shopping - lojas: das 14h às 20h

Shopping - praça de alimentação: das 11h às 23h

UBS/UBS integrais: fechados

UPAs: normal