30 desenhos antigos que marcaram as décadas de 40 à 90

·10 minuto de leitura

Os desenhos antigos marcaram a história de diferentes gerações e foram acompanhados de pai para filhos. Até hoje, alguns clássicos continuam sendo assistidos e amados por todos. Separamos 30 desenhos dos anos 40, 50, 60, 70, 80 e 90 para recordar. Confira!

Anos 40

Tom e Jerry (1940)

A dupla mais inseparável e querida nas telinhas (Reprodução: Pinterest)
Reprodução - Pinterest

Os anos 40 ganharam uma das duplas mais queridas de toda a história dos desenhos antigos: Tom e Jerry. O simpático ratinho vivia fugindo das garras do gato Tom, mas não há como negar que a química entre os dois foi muito bem produzida.

Com poucas palavras, os dois também quase nunca falavam, apenas para expressar dor ou choro. Diversão garantida, os personagens encantam e mesmo após mais de 80 anos continuam fazendo história!

Leia também:

 Pica-Pau (1940)

Em seus primeiros desenhos animados, ele surge como um personagem louco, com uma aparência considerada grotesca.
Reprodução - Pinterest

Fica até difícil saber quando o Pica-Pau surgiu pela primeira vez nas telinhas. A criação de Walter Lutz já teve várias interpretações, mas uma coisa é preservada: a esperteza e sagacidade do protagonista.

Sempre muito esperto, o Pica-Pau estava sempre tentando se dar bem e fugir das tramoias de Zeca Urubu. Destaque para a risada inesquecível do nosso amado Pica-Pau.

Faisca e Fumaça (1946)

Os pássaros nos EUA possuíam sotaques diferentes. Faísca falava como um norte-americano, já o Fumaça como um inglês
Reprodução - Pinterest

Papa-Léguas (1949)

Por mais que no desenho Papa-Léguas é retratado como mais rápido que o Coite. Na vida real, é totalmente o contrário
Reprodução - Pinterest

Bi Bi! O simpático Papa-Léguas surgiu no final dos anos 1940, e continuou marcado na lembrança até os dias de hoje. O desenho antigo foi inspirado em uma ave real e muito rara da espécie Geococcyx californianus.

A trama gira em torno da fuga do Papa-Léguas das armadilhas do Coiote, mas o protagonista é muito rápido - e também sortudo - e sempre consegue se livrar (e a pior sempre fica para o Coiote).

Anos 50

Dom Pixote (1958)

Dom foi transmitido em 11 países
Reprodução - Pinterest

O simpático Dom Pixote é um cãozinho azul corajoso criado pelos irmãos Hanna Barbera. Super inteligente e sagaz, Dom Pixote mostrava que tamanho não é documento, e que sempre podemos ser maiores com a nossa coragem.

Com seus chapéus inusitados e cantando “Oh querida, oh querida, oh querida Clementina”, o protagonista foi um personagem inesquecível para o público

Plic e Ploc e Chuvisco (1958)

Reprodução - Pinterest
Reprodução - Pinterest

Pepe Legal (1959)

Reprodução - Pinterest
Reprodução - Pinterest

O desenho traz as aventuras do xerife Pepe Legal, que muito atrapalhado, sempre acabava atirando no próprio rosto, a boa notícia é que ele sempre pode contar com o apoio do seu fiel escudeiro, o burrico Babalu no velho-oeste.

Anos 60

The Flintstones (1960)

Reprodução - Pinterest
Reprodução - Pinterest

Os Flintstones é uma das mais famosas e consagradas obras dos irmãos Hanna Barbera. O desenho antigo conta a história da simpática família que vive na Idade da Pedra na cidade de Bedrock. Com muito bom humor, a família é composta por Fred, o chefe, Vilma, mãe e dona de casa, Pedrita, a filha do casal e Dino, o simpático dinossauro de estimação do lar.

Manda-chuva (1961)

Manda-chuva (1961)
Manda-chuva (1961)

Outra criação dos irmãos Hanna Barbera, o fenômeno dos anos 1960, Manda-chuva é um gato sagaz que lidera uma gangue de felinos de rua: Bacana, Espeto, Batatinha, Gênio e Chu-Chu. Muito espertos, eles estão sempre tentando dar um jeito de conseguir uma grana fácil, mas são impedidos pelo guarda Belo.

Os Jetsons (1962)

Reprodução - Pinterest
Reprodução - Pinterest

Enquanto os Flintstones viviam na Idade da Pedra, Hanna Barbera tratou de criar outra família, desta vez, Os Jetsons, que estão em 2062, passeando em naves espaciais e desfrutando de outros grandes avanços tecnológicos.

A família é formada por George (pai), Jane (mãe), Judy (filha mais velha), Elroy (filho), Rosie (uma simpática robô empregada domestica da casa), Astro (o cãozinho da família) e Orbitty (um alienígena com pernas de mola que também ficou como mascote dos Jetsons).

Pantera cor-de-rosa (1963)

Reprodução - Pinterest
Reprodução - Pinterest

O que era para ser apenas um curta-metragem para a abertura do filme Pantera Cor-de-Rosa de Blake Edwards, se tornou um verdadeiro fenômeno. A canção-tema - do compositor e pianista Henry Mancini - é ouvida até os dias de hoje, e não tem como não amar o educado e carismático Pantera Cor-de-rosa. Mesmo com poucas palavras, o personagem é muito cativante.

Speed Racer (1967)

Reprodução - Pinterest
Reprodução - Pinterest

O jovem Speed Racer é corredor, e dirige o famoso carro Mach 5. Ele vive altas aventuras dentro e fora das pistas. O sucesso do desenho antigo criado por Tatsuo Yoshida foi tanto que inspirou filme, brinquedos e continua presente nos corações de muitos.

Shazzan (1967)

Reprodução - Pinterest
Reprodução - Pinterest

Criado por Alex Toth e produzido pela Hanna Barbera, Shazzan contou com 36 episódios ao todo. Trata-se da história de um gênio muito poderoso, Shazzan, que surge quando dois irmãos, Chuck e Nancy, unem as duas partes de um anel mágico e são transportados para a Arábia Antiga, onde encontram várias aventuras, mas sempre podem contar com o apoio do gênio amigo para salvá-los.

Fantomas (1967)

Reprodução - Pinterest
Reprodução - Pinterest

Fantomas é um super-herói japonês criado por Takeo Nagamatsu. Apesar de ter surgido nos anos 30, o programa de TV foi ao ar pela primeira vez em abril de 1967. O desenho conta a história de Marie e o Dr. Steel que encontram acidentalmente a tumba do imperador Ogon Bat, libertando o Fantomas.

Após esse evento, eles começam a ser protegidos pelo nosso herói, que tem super força, é muito rápido e também consegue viajar para outras dimensões.

Corrida Maluca (1968)

Reprodução - Pinterest
Reprodução - Pinterest

Quem nunca ficou ansioso e fazendo apostas sobre o vencedor de cada episódio da Corrida Maluca, não aproveitou direito o potencial desse desenho antigo. A corrida era sempre cheia de aventuras e reviravoltas, especialmente com as tramas de Dick Vigarista e Muttley contra os outros 9 corredores.

A Corrida Maluca nos trouxe personagens que ficaram para sempre em nossos corações, como Penélope Charmosa, os Irmãos Rocha e a Quadrilha da Morte.

Scooby-Doo (1969)

Reprodução - Pinterest
Reprodução - Pinterest

O fenômeno Scooby-Doo inspirou filmes e outras interpretações ao longo dos anos, mas surgiu, de fato, pela primeira vez no final dos anos 1960. Os criadores do sucesso foram Joe Ruby e Ken Spears e a produção ficou a cargo de Hanna Barbera. A história era cheia de mistérios e “fantasmas”.

O desenho conta a história de quatro jovens que decidem bancar os detetives: Fred, Velma, Daphne e Salsicha. Com eles, também há o apoio de um amigo inseparável: o dogue alemão Scooby-Doo. Juntos, eles buscam por pistas com a Máquina de Mistério, sua van, para prender criminosos e desvendar os mistérios.

Anos 70

A Família Addams (1973)

Reprodução - Pinterest
Reprodução - Pinterest

Uma família do terror nada assustadora inaugurou nas telinhas no começo dos anos 70. A série foi inspirada na série de cartoons feita por Charles Addams. A Família Addams é formada por Gomez (pai), Mortícia (mãe), Wandinha (filha), Feioso (filho), Vovó Addams, Tio Chico, o mordomo Tropeço e a Mãozinha - a última, inclusive, é uma das mais amadas personagens.

Super Amigos (1973)

Reprodução - Pinterest
Reprodução - Pinterest

Os mais poderosos super-heróis da história da humanidade se reuniram para enfrentar os vilões e divertir os jovens e crianças nos anos 70. A criação dos irmãos Hanna Barbera foi inspirada nos quadrinhos da DC Comics, quando já existia a Liga da Justiça.

O grupo era composto principalmente por Superman, Mulher-Maravilha, Aquaman, Batman e Robin que contam com a ajuda dos jovens Wendy, Marvin e o Supercão para salvar o mundo das forças do mal.

Goober e os Caçadores de Fantasmas (1973)

Reprodução - Pinterest
Reprodução - Pinterest

Outro sucesso de Hanna Barbera foi a série animada Goober e os Caçadores de Fantasmas. Sob a direção de Charles Nichols, a trama conta a história de Goober, um cachorro com um talento incomum: a capacidade de ficar invisível. Junto de seus amigos, um grupo de adolescentes, ele busca desvendar mistérios e caçar fantasmas.

Capitão Caverna e as Panterinhas (1977)

Reprodução - Pinterest
Reprodução - Pinterest

O simpático Capitão Caverna estava congelado até que Brenda, Dee Dee e Taffy, as Teen Angels, decidem libertá-lo. Juntos, eles vivem aventuras e muita diversão. A criação de Joe Ruby e Ken Spears garantiu muitas risadas e o entretenimento de crianças e jovens nos anos 70 e começo dos 80.

Anos 80

Ursinhos Carinhosos (1981)

Reprodução - Pinterest
Reprodução - Pinterest

Os adoráveis Ursinhos Carinhosos surgiram inicialmente como elementos de decoração para adornos de festas infantis. Com o sucesso tremendo, em 1983, a Kenner criou a série de desenhos. Cada um com uma cor diferente, os ursinhos ajudam os seres humanos a desvendar os seus sentimentos para combater o malvado Coração Gelado, que tentava a todo momento acabar com o amor no mundo.

He-Man (1983)

Reprodução - Pinterest
Reprodução - Pinterest

He-Man é o homem mais poderoso do universo teve sua produção inspirada pela linha de brinquedos da Mattel Masters of the Universe. O fenômeno foi um dos maiores dos anos 80, e até os dias de hoje, o herói continua sendo lembrado com muito carinho.

Caverna do Dragão (1985)

Reprodução - Pinterest
Reprodução - Pinterest

Quando um grupo de jovens se depara com o brinquedo Caverna do Dragão, em um parque de diversões da cidade, o que eles não esperam é encontrar um mundo novo cheio de magia, desafios e muita diversão. No Brasil, a série chegou no ano seguinte de sua criação e era exibida no Programa Xou da Xuxa da Rede Globo, apesar de não ter tido um episódio final, o fã brasileiro Reinaldo Rocha, em 2011, tratou de criar uma versão, que foi ao ar no site Complexo Geek.

Anos 90

Doug Funnie (1991)

Reprodução - Pinterest
Reprodução - Pinterest

Doug é um garoto de 11 anos, inteligente e um pouco tímido que gosta de brincar com seus amigos e fantasiar que é um super-herói. O desenho mostra o cotidiano de um garoto que está prestes a entrar na adolescência, suas angústias, seus medos e claro, seu primeiro amor: Paty Maionese. A criação foi de Jim Jinkins.

Mega Man (1994)

Reprodução - Yahoo
Reprodução - Yahoo

A série de desenhos animados do Mega Man foi co-produzida pela Capcom e Ruby-Spears inspiradas em um jogo de videogame japonês. Mega Man, além de ser um desenho antigo que marcou a lembrança de muitos, também mostra como a tecnologia já estava influenciando a criatividade.

A história é sobre dois cientistas especialistas em robótica que criam Rock (Mega Man) que tem o objetivo de salvar a Terra das armadilhas do vilão Dr. Wily.

O Laboratório de Dexter (1995)

Reprodução - Pinterest
Reprodução - Pinterest

O nosso pequeno gênio Dexter não poderia ficar de fora da nossa lista e nem de nossos corações. O desenho mostra as criações científicas de Dexter em seu laboratório, enquanto é atormentado por sua irmã mais velha, Dee Dee. Além disso, ele e seu arqui-inimigo, Mandark, estão sempre competindo para ver quem é o mais inteligente.

Johnny Bravo (1995)

Reprodução - Pinterest
Reprodução - Pinterest

Com um ego e um peitoral inflados, Johnny Bravo é um personagem marcante, que ficou conhecido por seu charme e atração por garotas bonitas. Sempre rejeitado, ele segue em busca de encontrar um amor, tentando conquistar as garotas com seus golpes de karatê. O desenho foi criado por Van Partible.

Coragem, o Cão Covarde (1996)

Reprodução - Pinterest
Reprodução - Pinterest

Coragem é um cãozinho tranquilo que passa seus dias em uma fazenda distante com Eustácio e Muriel, um casal formado por um senhor rabugento e uma velhinha adorável. Além do casal, o que Coragem, o Cão Covarde não esperava era a aparição de monstros, fantasmas e alienígenas no seu lar. O desenho foi criado por John R. Dilworth.

As Meninas Super Poderosas (1998)

Reprodução - Cartoon Network/Divulgação
Reprodução - Cartoon Network/Divulgação

Açúcar, tempero e tudo que há de bom: foi assim que nasceram Florzinha, Lindinha e Docinho. Juntas, elas combatem o mal e salvam todos os dias a cidade de Townsville, especialmente das garras do principal vilão da trama, Macaco Louco.

As Meninas Super Poderosas foram um fenômeno, e até hoje encantam crianças e jovens no mundo todo.

Du, Dudu e Edu (1999)

Reprodução - Pinterest
Reprodução - Pinterest

No final dos anos 90 surgiu a série animada Du, Dudu e Edu, criada por Danny Antonucci. Os três amigos têm personalidades muito diferentes, mas com um elo em comum: a paixão por doces. Eles tentam sempre buscar formas de conseguir dinheiro para comprar suas balas e caramelos e para isso se envolvem em várias confusões e desafios.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos