330 Reais de multa para quem alimentar gaivotas

Turistas e amantes do litoral podem ter que pagar multas por alimentar gaivotas na Inglaterra.

A ordem de proteção emitida pelo Conselho do Distrito do Leste de Devon disse que qualquer um que alimentar os animais pode ter que pagar uma multa no valor de £80 (cerca de R$ 330).

As multas estão sendo introduzidas numa tentativa de fazer com que as aves parem de atacar pessoas para ganhar comida. Isso se deu após um longo debate a respeito de como lidar com o que muitas pessoas veem como uma “praga”, numa das cidades litorâneas mais populares do Reino Unido.

As pessoas terão que pagar multas no valor de £80 (R$ 330) por alimentar gaivotas em cidade turística litorânea na Inglaterra (Imagens: Getty)

Em 2015, o primeiro-ministro David Cameron disse que uma “grande discussão” era necessária para decidir como tratar as gaivotas, e lembrou um caso em que os pássaros roubaram uma fatia de presunto que estava dentro de um sanduíche.

Em fevereiro, o assunto foi debatido antes da temporada de acasalamento das aves, alertando que alguns aposentados locais haviam sido atacados pelos pássaros.

O conselheiro Iain Chubb disse que embora as gaivotas sejam uma parte importante do ambiente costeiro, seu comportamento pode ser problemático.

“Você gosta de ver as aves, elas são uma parte bonita da paisagem, mas você não quer que elas sejam agressivas,” disse ele.

Praga – gaivotas têm sido alvo de intensos debates após causarem problemas para turistas.

Ele disse que as multas têm como alvo as pessoas que alimentam os pássaros regularmente, e cafés e restaurantes que não descartam seu lixo da maneira apropriada.

“É mais uma multa para, por exemplo, um estabelecimento que serve comida e descarta os alimentos de uma forma errada, ou algumas senhorinhas que gostam de ir alimentar as gaivotas todos os dias,” disse o conselheiro, responsável pelos temas de meio ambiente na região.

“Se alguém está alimentando as gaivotas regularmente, e sabe que não deveria estar, há uma multa no final do dia”.

Iain Chubb descreveu esta nova medida como uma “última tentativa” que aborda a questão num ponto onde a legislação sobre o descarte do lixo não consegue, e acrescentou: “Não haverá policiais procurando pessoas que estejam jogando pão para os pássaros, isso é certo”.

Ellen Manning
Yahoo News UK