330 votos contra: Levantamento prevê nova derrota do voto impresso na Câmara

·2 min de leitura
The new president of the Chamber of Deputies, Arthur Lira (L), speaks next to Brazilian President Jair Bolsonaro (C) and the new president of the Federal Senate, Rodrigo Pacheco, during a press conference at Planalto Palace in Brasilia on February 3, 2021. - Brazil's Congress on Monday elected two allies of President Jair Bolsonaro to head the Senate and lower house, an important victory for the far-right leader as he seeks to re-galvanize his reelection efforts for 2022. (Photo by Sergio LIMA / AFP) (Photo by SERGIO LIMA/AFP via Getty Images)
Segundo presidente da Câmara, Arthur Lira, voto impresso deve ser pautado até quarta-feira na casa (Foto: SERGIO LIMA/AFP via Getty Images)
  • Voto impresso deve ser rejeitado por 330 deputados na Câmara, segundo levantamento feito pelo jornal O Globo

  • Para ser aprovada, a PEC precisaria de 308 votos a favor, mas previsão é que esse número não passe de 200

  • Tema deve ser pautado por Arthur Lira na Câmara dos Deputados até quarta-feira (11)

Um levantamento feito pelo jornal O Globo aponta que o voto impresso deve sofrer uma nova derrota na Câmara dos Deputados. Entre os 24 partidos, 15 votariam contra a Proposta de Emenda à Constituição, que deve ser pautada até quarta-feira (11).

A previsão do jornal é que os 15 partidos que são contra o voto impresso devem somar 330 votos, sendo capazes de barrar a PEC. O número necessário para a provação é de 308 votos a favor, entre os 513 deputados. Se a previsão se confirmar, o governo teria apenas 183 votos a favor do voto impresso.

Leia também

O voto impresso já havia sido barrado na comissão especial que debatia o tema, por 23 votos a 11. No entanto, o presidente Arthur Lira (PP-AL) decidiu pautar o assunto em plenário de qualquer forma.

O levantamento do jornal O Globo foi feito com líderes e dirigentes dos partidos. Veja quais partidos declaram que votarão contra o voto impresso:

  • PT

  • PL

  • PSD

  • MDB

  • PSDB

  • PSB

  • DEM

  • PDT

  • Solidariedade

  • PSOL

  • Avante

  • PCdoB

  • Cidadania

  • PV

  • Rede

As legendas que devem votar a favor são

  • PSL

  • PROS

  • PSC

  • PTB

Enquanto o PSL tem 53 deputados, o restante do bloco soma 33 parlamentares.

Há, ainda, o Republicanos, o Podemos e o Novo, que não decidiram ainda como vão votar. Juntos, esses partidos somam 50 deputados federais. O Patriota, que conta com 6 membros, não respondeu, e o PP, com 41 parlamentares, vai liberar a bancada para votar como quiser.

A orientação dos partidos não é uma garantia que os deputados votarão conformo foi orientado pela liderança, mas é um indicativo de como os parlamentares devem votar.

Nesta segunda (09), em entrevista à rádio CBN, Lira afirmou que acredita que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), grande entusiasta do voto impresso, aceitará a decisão da Câmara dos Deputados, seja ela qual for.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos