4 - Advogado de Temer critica convocação de novas testemunhas

REYNALDO TUROLLO JR.

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Um dos advogados de defesa do presidente Michel Temer no TSE, Gustavo Guedes criticou a decisão da corte de ouvir mais três testemunhas de acusação -o marqueteiro João Santana, a mulher dele, Mônica Moura, e André Santana.

Guedes não descarta que, diante disso, solicite novos depoimentos de testemunhas de defesa.

"A defesa entende que é uma decisão inadequada em relação à continuidade do processo [ouvir os marqueteiros]. A todo o momento são ouvidas testemunhas de defesa e se retoma a instrução com testemunhas de acusação, o que desrespeita a ordem cronológica do processo", afirmou.

"Hoje [terça] houve mais uma decisão em que se prova isso: o processo segue em juízo acusatório onde se buscam testemunhas para acusar, e não necessariamente para esclarecer a verdade dos fatos", criticou.

Questionado sobre o adiamento do julgamento e se o Planalto está preocupado com uma eventual contaminação do processo pelas delações da Odebrecht –que devem perder o sigilo no STF nas próximas semanas–, Guedes respondeu que é impossível prever um desfecho.

"Hoje [terça] ficou muito claro que quem disser qualquer coisa com relação ao termo final deste processo está dando palpite, porque não há como prever esse encerramento."