4 de cada 6 inadimplentes vão pagar dívidas com o FGTS

·2 min de leitura
Pesquisa revelou que trabalhadores pretendem limpar nome com o saque do FGTS
Pesquisa revelou que trabalhadores pretendem limpar nome com o saque do FGTS (Getty Image)
  • O Instituto Opinion Box realizou um levantamento em parceria com a Serasa

  • Estudo mostrou que quitar dívidas é uma prioridade dos brasileiros inadimplentes

  • Saques do FGTS começam a ser feitos a partir desta quarta-feira (20)

O que você faria com R$ 1.000? Uma viagem rápida para a praia? Compraria roupas novas para passear? Ou se esbaldaria no delivery de comida? Com a situação financeira apertada, uma parte dos beneficiados pelo saque do FGTS não poderão gastar o suado dinheirinho com lazer ou supérfluos.

Um levantamento realizado pelo Instituto Opinion Box em parceria com a Serasa aponta que 40% dos inadimplentes pretendem usar o valor do fundo para limpar o nome. Dos entrevistados, 12% devem pagar dívidas de bancos, enquanto 8% querem devolver aquela graninha que pegou emprestada com familiares e amigos.

Outros 26% dos entrevistados indicaram a pretensão de utilizar o dinheiro para pagar dívidas de cartão de crédito e outros 26% dos disseram que vão gastar com as contas básicas, como água, luz e gás.

A pesquisa foi conduzida durante entre os dias 12 e 14 deste mês e ouviu mais de 1.679 usuários da Serasa. Apenas um terço dos respondentes afirmaram ter saldo disponível para sacar.

Saiba mais sobre o saque do FGTS

A partir desta quarta-feira (20), a Caixa Econômica Federal começa a pagar o saque extraordinário do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) no valor de até R$ 1 mil.

De acordo com o banco, cerca de 40 milhões de trabalhadores com saldo em conta ativas ou inativas do FGTS vão poder retirar valores. A maior parte dos beneficiados deverão receber o dinheiro automaticamente na conta poupança social digital da Caixa. A exceção é em caso de dados incompletos que não permitam a abertura da conta.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos