40 anos de 'E.T. — O extraterrestre': veja como estão e o que fazem os atores hoje em dia

"E.T. — O extraterrestre" retorna aos cinemas nesta quarta-feira (2) em comemoração pelos 40 anos do lançamento original. O clássico dirigido por Steven Spielberg fez sua estreia nos Estados Unidos no dia 11 de junho de 1982. No Brasil, estreou meses depois, no dia de Natal.

Déa Lúcia: Mãe de Paulo Gustavo pede respeito 'com quem realmente está de luto'

'The Crown' e 'Flordelis': os lançamentos de séries em novembro no streaming

Passadas quatro décadas da estreia, relembramos como estão e o que fazem hoje em dia alguns dos principais nomes do elenco original.

Drew Barrymore (Gertie)

Mesmo não sendo a protagonista, Drew Barrymore talvez seja até hoje "a garotinha do E.T.", mesmo obtendo um sucesso maior que a maioria de seus colegas. A atriz não teve uma transição fácil da juventude para a adolescência. Ela teve problemas com drogas e consumo excessivo de álcool. Mas se recuperou e se tornou um importante nome de Hollywood na segunda metade dos anos 1990, quando atuou em "Pânico" (1996), "Para sempre Cinderela" (1998) e "Nunca fui beijada" (1999).

Os 2000 vieram com os sucessos de "As Panteras" (2000) e "Como se fosse a primeira vez" (2004). Estrelou inúmeras comédias românticas. Entre 2017 e 2019, protagonizou a série "Santa Clarita Diet". No momento, a atriz é apresentadora do programa "The Drew Barrymore Show", onde chegou a receber os colegas de elenco de "E.T.".

Henry Thomas (Elliott)

Protagonista do filme, Henry Thomas tinha apenas 10 anos quando realizou seu teste e encantou Steven Spielberg, que já havia testado mais de 300 garotos para o papel. Após o sucesso em "E.T.", o ator foi escalado para algumas aventuras infanto-juvenil, como "Os heróis não têm idade" (1984) e "Uma aventura e tanto" (1986), mas sem alcançar o mesmo sucesso. Também interpretou o jovem Norman Bates em "Psicose 4: A revelação" (1990), lançado diretamente na TV.

O ator viu sua carreira esfriar ao longo dos anos 1990 e 2000, apenas com eventuais participações em obras como "Lendas da paixão" (1994) e "Gangues de Nova York" (2002). Apenas recentemente o ator voltou ao estrelato graças à parceria com Mike Flanagan. Ele trabalhou nas séries de terror "A maldição da Residência Hill" (2018), "A maldição da Mansão Bly" (2020), "Missa da meia-noite" (2021) e já está confirmado em "The fall of the House of Usher" (2023), todas criadas pelo produtor.

Dee Wallace (Mary)

A veterana atriz de 73 anos interpreta a mãe de Elliott, Gertie e Michael em "E.T.". Logo após o trabalho no longa de Spielberg, ela brilhou como a protagonista de "Cujo" (1983), adaptação de clássico de Stephen King.

Acabou se tornando uma grande coadjuvante em Hollywood, mas sempre muito ativa. É creditada em mais de 250 produções entre 1974 e 2022, e já possui mais de um projeto para 2023. Em 2016, participou de episódios da série "Supernatural".

Peter Coyote (Keys)

Parte do elenco adulto da produção Peter Coyote também desenvolveu uma carreira significativa em Hollywood, chegando a conquistar o Emmy pelo trabalho na minissérie "The Roosevelts: An intimate history" (2015). Nos cinemas, brilhou em produções como "Lua de fel" (1992), "Patch Adams, o amor é contagioso" (1998) e "Erin Brockovich, uma mulher de talento" (2000).

Com 81 anos, o ator segue atuando, mas em produções de pouco destaque em Hollywood, como o drama familiar "A menina que acredita em milagres" (2021).

Robert MacNaughton (Michael)

Robert interpretou Michael, irmão mais velho de Elliott e Gertie. Após o sucesso do filme, fez pequenas participações em séries e produções feitas diretamente para a TV. Abandonou a carreira de ator no final dos anos 1980, mas arriscou um retorno em 2015, quando participou dos filmes "Frankenstein vs. A múmia" e "Laugh killer laugh". Desde o final da década de 1990, trabalho nos Serviços Postais dos EUA.

C. Thomas Howell (Tyler)

Após estrear nos cinemas como o adolescente Tyler, amigo de Michael, em "E.T.", C. Thomas Howell teve uma carreira muito ativa em Hollywood, com mais de 200 créditos em filmes e séries. Atuou em "Vidas sem rumo" (1983) e "A morte pede carona" (1986). Recentemente, foi visto nas séries "The Walking Dead" e "SEAL Team".