45 - Delator diz que deputado tucano recebeu R$ 850 mil da Odebrecht

DANIEL CARVALHO

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O deputado Jutahy Júnior (PSDB-BA) recebeu da Odebrecht R$ 850 mil não contabilizados, segundo disse em delação premiada Benedicto Barbosa da Silva Júnior, ex-diretor da Odebrecht Infraestrutura.

O relator da Lava Jato no STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Edson Fachin, autorizou no dia 4 de abril que o deputado seja investigado.

A PGR (Procuradoria-Geral da República) requereu a abertura de inquérito para investigar se Jutahy Júnior recebeu, nos anos de 2010 e 2014, R$ 850 mil não contabilizados a pretexto de campanhas eleitorais.

O parlamentar teria recebido R$ 350 mil em 2010 e outros R$ 500 mil em 2014 por meio do setor de operações estruturadas da Odebrechet, o chamado "departamento de propinas".

A PGR esclarece que ocorreram doações oficiais nos mesmos períodos, num total de R$ 610 mil.

Para a procuradoria há indícios da prática do crime de omissão ou declaração falsa para fins eleitorais, o que pode ser penalizado com até cinco anos de prisão.