46% afirmam nunca confiar em nada do que Bolsonaro diz, segundo Datafolha

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A maior parte dos brasileiros permanece nunca confiando no que diz o presidente Jair Bolsonaro (PL), de acordo com o Datafolha. Pesquisa do instituto feita de terça (25) até esta quinta-feira (27) aponta que 46% dizem nunca ter confiança nas declarações do presidente, ante 26% que afirmam sempre confiar.

No levantamento feito na semana passada, o placar estava em 47% a 27%. A parcela dos que dizem "às vezes" ter confiança era de 25% e agora está em 27%. Não soube responder 1%.

A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, para mais ou menos, considerando um nível de confiança de 95%. O Datafolha ouviu 4.580 eleitores em 252 municípios de todo o país.

Assim como na avaliação sobre o trabalho do presidente, a taxa pró-Bolsonaro acerca da confiança nas declarações dele deu um salto desde o primeiro turno da eleição presidencial. Nas semanas antes da primeira votação, o índice estava em 21%, mas subiu para 28% na primeira semana de outubro.

A fatia dos que nunca confiam no que o presidente fala se aproxima da taxa de rejeição dele aferida na pesquisa de intenção de voto no segundo turno. Dizem que não votariam em Bolsonaro em hipótese nenhuma 50% dos eleitores, ante 45% que rejeitam a candidatura do ex-presidente Lula (PT).

A pesquisa, contratada por Folha de S.Paulo e TV Globo, foi registrada na Justiça Eleitoral sob o número BR-04208/2022.