5 destinos de intercâmbio para amantes da fotografia

Equipe HuffPost

O surgimento do Instagram criou uma geração de influenciadores focados em produzir as melhores imagens, principalmente quando se trata de viagens.

Isso permitiu que usuários do aplicativo tivessem acesso a diversos destinos nunca antes visto por eles. Ainda, qualquer um com um celular em mãos passou a ser considerado um fotógrafo.

Mas a fotografia percorreu um longo caminho até chegar a era dos feeds coloridos. Desde o século 18, quando foi inventado o daguerreótipo, a técnica tem se reinventado e ganhado cada vez mais adeptos.

Para celebrar o Dia Mundial da Fotografia, comemorado em 19 de agosto - data em que a França comprou um daguerreótipo em 1839 -, a Belta (Associação das Agências Brasileiras de Intercâmbio) selecionou, a pedido do HuffPost, cinco destinos de imperdíveis para quem ama fotografar.

Coloque na sua lista:

Costa Rica

Visitar a Costa Rica é experimentar como se vive no país mais feliz da América Latina. Apontada em 2018 pela ONU (Organização das Nações Unidas), segundo o Relatório Mundial da Felicidade, a Costa Rica fica atrás apenas do Canadá.

De acordo com a fotógrafa Elke Fortscher, do Tiny Atlas Querterly (Fotógrafos de viagem), o grande desafio para os cliques no local é conseguir captar a essência do lugar e se se diferenciar das fotos que já foram criadas ali.

Uma dica é agregar os retratos das pessoas que vivem no país com as paisagens paradisíacas.

Além da natureza, desde 2018 a Costa Rica estabeleceu o investimento de 8% do seu Produto Interno Bruto (PIB) na educação nacional - proporcionalmente, nenhum país investe tanto no setor quanto o governo costa riquenho.

Assim, o intercambista terá acesso a universidades de qualidade, além dos tradicionais cursos de espanhol e inglês.

Entre os locais preferidos para fotografar estão: Turrialba (Rio Pacuare), La Fortuna (o vulcão Arenal e as águas termais), Monteverde (Floresta costa riquenha) e Tamarindo (Praias).

Perth, na Austrália

Estar em Perth é estar...

Continue a ler no HuffPost