5G: antenas parabólicas em Brasília deixam de receber sinal de TV aberta

Ativação do 5G em Brasília fez com que as antenas parabólicas passassem a sofrer interferências (Getty Creative)
Ativação do 5G em Brasília fez com que as antenas parabólicas passassem a sofrer interferências (Getty Creative)
  • Capital é a primeira cidade do Brasil a contar com a quinta geração de internet móvel

  • Após Brasília, outras quatro capitais receberão a tecnologia 5G

  • Famílias integrantes do CadÚnico podem fazer gratuitamente a mudança para a antena digital

A ativação do 5G em Brasília fez com que as antenas parabólicas passassem a sofrer interferências para receber o sinal da TV aberta. A capital é a primeira cidade do Brasil a contar com a quinta geração de internet móvel.

Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), existem 3.341 antenas parabólicas em Brasília. Para esses casos, a única recomendação possível é trocar o aparelho por um digital para não perder o sinal da televisão.

Famílias integrantes do Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal (CadÚnico) podem fazer gratuitamente a mudança para a antena digital.

Para quem é inscrito no CadÚnico e possui antena parabólica tradicional, é possível fazer parte Entidade Administradora da Faixa (EAF), da Anatel, um programa de distribuição gratuita da nova parabólica digital. A solicitação e a instalação devem ser feitas pelo link.

Após Brasília, outras quatro capitais receberão a tecnologia 5G, segundo um anúncio feito pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) nesta segunda-feira (04). São elas:

  • Belo Horizonte

  • João Pessoa

  • Porto Alegre

  • São Paulo

Ainda não há datas para a implementação da tecnologia nessas cidades. Em Brasília o 5G começa a funcionar já na quarta-feira.