Manifestantes interditam avenida Ipiranga, no centro da capital paulista

Foto: Alf Ribeiro/Futura Press

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A avenida Ipiranga, no centro de São Paulo, foi interditada por manifestantes que atearam fogo em objetos que bloqueiam as quatro pistas nos dois sentidos.

As manifestações contra as reformas de Michel Temer interditam diversos pontos de São Paulo.

Na marginal Tietê, no sentido da rodovia Castello Branco, todas as faixas da pista local estão interditadas próximo à ponte Cruzeiro do Sul, na zona norte de São Paulo. Em frente à USP (Universidade São Paulo), na zona sul, a avenida Afrânio Peixoto também tem interdição total na esquina com a rua Alvarenga.

Na zona oeste, a avenida Francisco Matarazzo, na altura 1.500 próximo ao cruzamento com a avenida Antártica, tem duas faixas e a calçada ocupada por manifestantes. Uma pista segue liberada para o trânsito no sentido bairro.

A avenida Dona Belmira Marin (zona sul) tem uma das duas faixas interditadas no sentido centro centro perto da estrada Canal da Cocaia. Na zona norte, a avenida Alexandre Colaris, na altura 1.032, também tem um faixa interrompida e uma livre por manifestantes.

A avenida das Nações Unidas (zona sul) segue com três faixas ocupadas e uma livre próximo ao cruzamento com a avenida Interlagos.

O rodízio e a cobrança de Zona Azul estão suspensos, e as faixas de ônibus estão liberadas para a circulação de veículos. Os táxis, com ou sem passageiros, podem circular nos corredores exclusivos para ônibus.