5 motivos para COMPRAR o Jeep Commander 2022

Desde quando os rumores sobre o seu desenvolvimento surgiram na mídia, o Jeep Commander já despertava a curiosidade do público brasileiro apaixonado por carros, sobretudo aqueles que gostam de SUVs de sete lugares. Seria ele simplesmente um Grand Compass ou algo além? A segunda opção é a resposta certa.

É verdade que muitos elementos vistos no Jeep Compass podem ser vistos no Commander, mas seu corpanzil de 4,76m lhe dá um comportamento bem diferente do que no seu irmão menor, e não apenas uma diferenciação no espaço e no design. Há boas vantagens no "grand Compass".

Com isso em mente, o Canaltech separou cinco bons motivos para você COMPRAR o Jeep Commander. Confira!

5. Acabamento premium

Uma das coisas que diferencia — e bem — o Jeep Commander do Compass é seu acabamento interno. O Compass já é uma referência nesse quesito entre os SUVs médios, mas seu irmão maior precisou passar por um processo de requintamento para se tornar um produto com aspecto mais premium, até para se posicionar um pouco acima na gama da montadora.

O painel frontal recebeu um revestimento com material que lembra uma camurça, além de cores com tons em bege e cobre. Os bancos são sempre em couro, em todas as versões, mas nas topo de gama, com a nomenclatura Overland, eles também ganham detalhes com essa mesma camurça do painel. Puro luxo e requinte.

O Jeep Commander faz carros bem mas caros sentirem inveja do seu acabamento (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)
O Jeep Commander faz carros bem mas caros sentirem inveja do seu acabamento (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

4. Design harmonioso

Uma das dúvidas que surgiram quando a criação do Jeep Commander foi anunciada foi com relação ao seu design. Será que ele seria simplesmente um Compass esticado? Bem, é possível notar algumas linhas do SUV médio, mas o Commander tem personalidade própria e se destaca positivamente no quesito design. Ponto positivo.

A dianteira é um pouco mais corpulenta do que no Compass e recebeu uma grade mais refinada. Já na traseira, há lanternas afiladas e a impressão de que é um carro ainda maior do que ele realmente é, o que ajuda na hora de convencer o comprador a levá-lo em vez de modelos até maiores e bem mais caros, como o Toyota Hilux SW4.

Não há exagero de cromados no design do Commander. Tudo é bem sóbrio e elegante (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)
Não há exagero de cromados no design do Commander. Tudo é bem sóbrio e elegante (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

3. Ótimo desempenho na versão turbodiesel

Mesmo sendo menos potente do que as versões 1.3 turboflex de 185cv, as variantes equipadas com o ótimo propulsor 2.0 turbodiesel de 170cv se mostraram as mais eficazes para o uso no Jeep Commander. O motivo pode estar no excelente torque à disposição, com 38,7 kgf/m entregues já a 1.750rpm, bem mais do que os também bons 27,5 kgf/m, mas que parecem insuficientes diante do peso de 1.908 kgs do SUV.

O 0 a 100 km/h é feito em 11,6 segundos e o uso na cidade é agradável, mas é na estrada que o Jeep Commander brilha mais, proporcionando viagens extremamente confortáveis e seguras, já que o motor está sempre pronto para te entregar o que você precisa: ultrapassagens, velocidade de cruzeiro sem ruídos e consumo de combustível aceitável.

A sigla TD indica que estamos em um Commander turbodiesel (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)
A sigla TD indica que estamos em um Commander turbodiesel (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

2. Altamente tecnológico

Seja qual for a versão do Jeep Commander que você for comprar, o SUV estará munido de um pacote de tecnologia dos mais completos do mercado, algo que o torna um produto altamente competitivo no mercado. Os únicos opcionais dentro do carro são aqueles em que precisamos de uma assinatura externa, como o Adventure Intelligence, o serviço de concierge avançado da Jeep/ Stellantis, que dá ao usuário uma série de benefícios.

Mesmo assim, o Jeep Commander vem com:

  • Alerta de colisão frontal com detecção de pedestres;

  • Frenagem automática de emergência;

  • Piloto automático adaptativo;

  • Sensor de ponto cego;

  • Alerta de tráfego cruzado traseiro em manobras;

  • Alerta de saída de faixa;

  • Sistema de manutenção em faixa;

  • Farol alto automático;

  • Assistente de estacionamento semiautônomo;

  • Internet 4G nativa (mediante assinatura);

  • GPS nativo;

  • Android Auto e Apple CarPlay sem fio;

  • Sistema de som Harman/Kardon;

  • Partida remota;

  • Leitor de placas de trânsito;

  • Carregador de celulares por indução;

O Jeep Commander é um dos carros mais completos do Brasil (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)
O Jeep Commander é um dos carros mais completos do Brasil (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

1. Espaço interno

Um dos melhores e maiores trunfos (literalmente) do Jeep Commander é seu espaço interno. Mesmo sendo feito sobre a mesma plataforma dos Jeep Renegade e Compass, o SUV de sete lugares sobra em conforto e oferece muitas possibilidades ao seus usuários.

Se você quiser utilizá-lo de fato com sete lugares, basta ajustar a segunda fileira de bancos de modo a deixar todos bem acomodados, mesmo que o ideal seja alocar crianças nas últimas duas poltronas. Se você precisa somente de cinco lugares, o Commander ganha um porta-malas gigantesco, com 661 litros, mais do que suficiente para levar muitas malas e até mesmo bicicletas e outros itens maiores.

O conforto do Jeep Commander é motivo de sobra para você querer ter um (Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech)
O conforto do Jeep Commander é motivo de sobra para você querer ter um (Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech)

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: