51 - Delator diz que Alexandre Padilha recebeu R$ 1 milhão para campanha

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ex-diretor da Odebrecht Alexandrino Alencar disse em acordo de delação ter dado R$ 1 milhão para o ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha em 2014, quando ele foi candidato ao governo do Estado e acabou derrotado por Geraldo Alckmin, segundo petição que o ministro Edson Fachin tornou pública nesta terça (11).

Apesar de Padilha ter disputado o governo do Estado, o despacho fala que a doação ocorreu "no contexto da campanha eleitoral de Alexandre Rosa Santos Padilha à Prefeitura Municipal de São Paulo, ano de 2014".

O despacho não fala se o pagamento foi por meio de caixa dois ou doação oficial.

Aparentemente trata-se de doação por meio de caixa dois, já que Fachin determina que o depoimento de Alexandrino seja enviado para a procuradores de São Paulo para eventual investigação.

A reportagem não conseguiu contato com Alexandre Padilha na noite desta terça (11).