5G: Anatel vai verificar 'qualidade' do sinal somente após 29 de setembro

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) só passará a verificar a qualidade do sinal do 5G a partir do dia 29 de setembro. De acordo com o presidente da agência, Carlos Baigorri, esse é o prazo que as empresas têm para se adequar às regras estabelecidas.

— Nesse momento, a Anatel ainda não está apurando a qualidade da prestação do 5G uma vez que não se chegou ainda no prazo limite do lançamento comercial e nós entendemos que está em uma fase de testes. A partir do dia 29 de setembro a prestação dos serviços precisa ser feita nos termos regulamentados. E nós vamos a campo justamente para medir a prestação de serviço, os indicadores de qualidade, e tomar as medidas que forem necessárias — afirmou Baigorri, em entrevista coletiva no Palácio do Planalto.

Durante a coletiva, foi confirmado que Belo Horizonte, João Pessoa e Porto Alegre receberão o 5G a partir de sexta-feira.

Também presente na entrevista, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, afirmou que o esclarecimento era importante porque algumas pessoas já cobravam uma ação imediata da Anatel.

— Brasília começou no dia 6. Então eles têm até dia 29 de setembro para otimizar a faixa, para terminar todas as obrigações. E a partir do dia 29 de setembro, é quando a Anatel vai fazer a sua aferição — afirmou, acrescentando: — As pessoas achavam que no primeiro dia já estava tudo funcionando e que a Anatel já precisava agir.

Mais cedo, a Anatel havia informado que São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Salvador e Goiânia devem ser as próximas capitais com a ativação do sinal de 5G. Ainda não foi definida, no entanto, a data para isso.

Brasília foi a primeira cidade do país a contar com o chamado "5G puro", oferecido na faixa de 3,5 gigahertz, que oferece a maior velocidade e menor latência (tempo de resposta).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos