5G chega nesta 5ª feira a São Paulo. O que muda? Vou pagar mais? Tire suas dúvidas

A quinta geração de internet móvel — o 5G — estreia em São Paulo nesta quinta-feira (dia 4), após ter chegado a outras quatro capitais. Mas o consumidor ainda tem muitas dúvidas sobre como usá-la e quais são os benefícios.

Vou ter que mudar de plano? Quando o 5G chega à minha cidade? Tire suas dúvidas sobre a nova tecnologia que vai permitir altíssima velocidade na palma da sua mão.

É a nova geração de conexão de internet móvel que oferece velocidades para baixar e enviar arquivos muito mais rápidas. As bandas de espectro existentes estão ficando congestionadas, levando a falhas no serviço, especialmente quando muitas pessoas na mesma área estão tentando acessar serviços móveis online ao mesmo tempo.

O 5G puro (chamado de standalone) vai permitir velocidade móvel de até 1 giga por segundo. A velocidade 4G tem média de 13 Mbps e pode chegar a 80 Mbps. Isso significa uma internet muito mais rápida que o atual 4G, possibilitando uma infinidade de novos usos, serviços e "realidades" que vão dividir espaço com os já populares streaming de vídeos e músicas em alta definição.

Essa maior velocidade vai permitir baixar fotos e assistir filmes quase que de forma instantânea. A chamada latência também é baixa na nova tecnologia, o que significa uma transmissão de dados mais fluida e sem demora para carregar.

Além disso, permitirá movimentos simultâneos entre duas pessoas interagindo na rede, como em games ou no uso de um aplicativo de ginástica, por exemplo.

Além de games e filmes, o 5G vai favorecer possibilidades de novas experiências digitais, como realidade virtual e aumentada.

O 5G DSS é uma tecnologia lançada pelas empresas de telefonia no Brasil e no mundo para oferecer uma velocidade mais rápida que o 4G, mas ainda longe do 5G real. O DSS é uma combinação de frequências usadas para prover o 4G com antenas 5G. Isso permite oferecer velocidades maior, de 200 Mbps. É por isso que 5G DSS é chamado também de non standalone.

Há celulares compatíveis com tanto com o 5G puro como o com o 5G DSS à venda no Brasil. Mas, como a faixa de frequência do 5G puro não estava disponível, os aparelhos rodam apenas com a velocidade do 5G DSS nas faixas do 4G.

O 5G "puro" é uma tecnologia que oferece duas características fundamentais das redes móveis de quinta geração: altíssima velocidade e baixa latência (demora entre o envio e o recebimento de uma informação).

A versão "pura" usa uma infraestrutura totalmente nova e dedicada ao 5G, sem aproveitar a estrutura usada até hoje pelo 4G. Por isso, a velocidade e a confiabilidade da conexão são maiores.

A partir desta quinta-feira a rede 5G "pura" já estará funcionando em São Paulo. Brasília foi a primeira cidade a receber a nova tecnologia. Na semana passada, houve estreia em Belo Horizonte, Porto Alegre e João Pessoa.

O Rio está entre as próximas cidades que devem receber o 5G "puro", mas ainda não tem data definida de inauguração.

São 71 modelos compatíveis. A tecnologia vai funcionar apenas em celulares mais recentes, de empresas como Apple, Samsung, Xiaomi, Motorola, entre outras. Segundo a Anatel, os usuários devem conferir a lista de modelos antes de comprarem um novo celular e verificar o selo de homologação localizado no aparelho ou no manual.

Por isso, se ficar na dúvida, verifique se o celular está apto a operar na faixa de 3,5 gigahertz, a pricipal faixa leiloada pela Anatel em novembro do ano passado para o 5G.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos